Gaudium news > Com Nossa Senhora podemos enfrentar qualquer problema, assegura Arcebispo de Turim

Com Nossa Senhora podemos enfrentar qualquer problema, assegura Arcebispo de Turim

“Devemos ter confiança e esperança nela que está próxima e sofre conosco como toda mãe que sofre perto do filho doente ou em dificuldade”, destacou Dom Cesare Nosiglia.

Itália – Turim (26/05/2020 11:00, Gaudium Press) No último domingo, 24 de maio, o Arcebispo de Turim, Dom Cesare Nosiglia, presidiu uma Santa Missa na Basílica italiana de Maria Auxiliadora na qual ressaltou que com a intercessão de Nossa Senhora, “podemos enfrentar qualquer problema com serenidade e força”.

A Fé durante esse período de provas

Em sua homilia, o prelado comentou que durante esse período de provas em que vivemos, “muitos fiéis têm assumido esta dimensão de pouca Fé, duvidando em algum momento, como os apóstolos fizeram, do amor e da proximidade do Senhor. ‘Senhor onde estais? Por que permites esta prova?’ Certamente é um problema complexo e são perguntas legítimas”.

Segundo o Arcebispo de Turim, “se olharmos atentamente, veremos que há muitas pessoas que acreditam porque ajudam aqueles que não acreditam, aqueles que estão em dificuldade, que também dão a vida como tantos médicos e enfermeiras nos hospitais, e tantos que generosamente se oferecem para ajudar os pobres e sofredores nestes momentos”.

Deus está conosco

Dom Nosiglia recordou que apesar disso, Deus está conosco, e Nossa Senhora nos faz entender isso muito bem quando o Evangelho nos diz que ela “conservava todas as coisas, dolorosas ou negativas junto às positivas, como sendo a vontade de Deus. Buscava descobrir a vontade do Senhor nestas situações. E às vezes não conseguia a partir do ponto de vista humano, mas confiava no Senhor e confiava seu destino, o da sua família e o de seu Filho”.

“Devemos ter confiança e esperança nela que está próxima e sofre conosco como toda mãe que sofre perto do filho doente ou em dificuldade. Somente a proximidade e o afeto, não apenas os remédios, podem alcançar a cura”, indicou.

Dom Nosiglia pediu a intercessão de Nossa Senhora Auxiliadora, para “que ela nos liberte dessa dimensão de pouca Fé que às vezes penetra de alguma forma em nosso coração”.

O exemplo de Nossa Senhora

O Arcebispo de Turim recordou que “a vida de Maria não foi fácil. Ela teve que sofrer muito. Teve que dar à luz ao seu Filho em um presépio, foi rejeitada pelos habitantes de Belém, teve que fugir para o Egito para poder salvaguardar a vida de seu Filho. e sobretudo teve que sofrer a Cruz”.

“Ela teve que oferecer a esse Filho que sabia que era o Filho de Deus, o ofereceu ao Pai para a salvação dos homens. Esteve sempre perto de seu Filho que se entregou para nossa salvação”.

As perguntas que podem nos aparecer agora, ela “também as teve, mas das perguntas passou aos fatos. Sempre soube acreditar e confiar-se em tudo no Senhor e nós estamos chamados a isso”.

Devemos ser portadores da esperança

“Somos chamados não somente por nós a ser fonte de esperança e vida como Nossa Senhora, como devemos ser portadores desta esperança e vida, da certeza que Deus nunca nos abandona, nem nossa Mãe Maria. Devemos dizer, devemos testemunhar com nossa proximidade, com nossa solidariedade e com nossa oração”.

O prelado italiano incentivou à termos “esta certeza de Fé porque, do contrário tudo parece impossível. Tudo parece misterioso e podemos duvidar. Duvidar da Fé em Deus significa renunciar a certeza que dá serenidade, segurança, confiança e esperança”. (EPC)

Deixe seu comentário

Notícias Relacionadas