Gaudium news > CNBB envia orientações aos Bispos para retorno das celebrações comunitárias

CNBB envia orientações aos Bispos para retorno das celebrações comunitárias

De acordo com a publicação “cabe ao Bispo de cada Igreja Particular, à luz de cada realidade local, orientar os fiéis neste retorno às atividades presenciais”.

 

Redação (02/06/2020 09:00, Gaudium Press) A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) divulgou em seu website um documento de oito páginas intitulado “Orientações Litúrgico-Pastorais para o retorno às atividades presenciais”.

Enviado à todo episcopado brasileiro, o documento apresenta orientações elaboradas pela Comissão Episcopal Pastoral para a Liturgia da CNBB a partir de experiências de Dioceses do Brasil e do exterior.

Segundo a publicação “cabe ao Bispo de cada Igreja Particular, à luz de cada realidade local, orientar os fiéis neste retorno às atividades presenciais”.

Orientações gerais para a organização e realização das Missas

No documento está sistematizada uma série de orientações gerais para a organização e realização das missas, além dos cuidados que devem ser tomados antes, durante e após cada celebração. Também são apresentadas orientações específicas para a ministração de cada um dos sacramentos.

No geral, as orientações apresentadas correspondem ao que já vem sendo praticado em algumas igrejas tais como: o uso obrigatório de máscaras dentro do recinto da igreja, que poderão ser tiradas apenas no momento da comunhão; respeito do distanciamento mínimo entre os fiéis; limitação do número de participantes; higienização das mãos na entrada da igreja com álcool em gel ou outro produto desinfetante; que os recipientes de água benta colocado nas entradas das igrejas estejam vazios; e, onde for possível, que seja dada preferência às celebrações ao ar livre.

Pede-se ainda que os fiéis que integram o grupo de risco e os que apresentarem sintomas, permaneçam em suas casas e que cada comunidade se organize para ministrar a comunhão para estes. Há também a indicação de que sejam fixados cartazes com observações relativas à higiene, e o uso obrigatório das máscaras, evitando assim a disseminação do novo coronavírus.

Celebrações Eucarísticas com público

De acordo com as diretrizes apresentadas, o corporal já deverá estar aberto no início da Santa Missa, para que o presidente oscule o altar, o mesmo deve ocorrer ao final da celebração. O ósculo ao Evangelho deverá ser substituído por uma inclinação profunda, omitindo o sinal da cruz sobre a página do texto sagrado.

O recolhimento das ofertas ou do dízimo será realizado na saída da igreja pela equipe responsável, seguindo indispensáveis critérios de segurança. O gesto da paz deverá ser omitido. Os ministros, além de utilizar máscara, desinfetarão suas mãos antes e depois da Comunhão, que será distribuída exclusivamente nas mãos.

Após a Santa Missa se evitará aglomerações, a igreja deverá ser arejada durante pelo menos 30 minutos e os objetos litúrgicos deverão ser cuidadosamente desinfetados. (EPC)

Deixe seu comentário

Notícias Relacionadas