Gaudium news > Católicos são convidados a rezar Rosário pelo Líbano

Católicos são convidados a rezar Rosário pelo Líbano

Mais de 230 mil terços já foram rezados para pedir a ressurreição do Líbano e uma era de paz e fraternidade em Cristo Jesus.

Líbano – Beirute (22/07/2021 15:24, Gaudium Press) “Rosário pelo Líbano”, assim é intitulada a iniciativa internacional programada para ocorrer no próximo sábado, 24, dia de São Charbel. Este encontro de oração é promovido pela Pontifícia União Missionária (PUM) e pelo Centro Internacional de Animação Missionária (CIAM).

O secretário-geral da PUM, Padre Dinh Anh Nhue Nguyen, OFM, explicou que “depois do encontro do Papa Francisco com os líderes das comunidades cristãs no Líbano, em 1° de julho de 2021, nasceu um movimento internacional de oração promovido por diversos grupos e comunidades católicas para pedir paz e salvação para o Líbano, no qual as Pontifícias Obras Missionárias pretendem se envolver”.

Movimento internacional promove recitação do rosário por 33 dias consecutivos

Libaneses de todo o mundo e os amigos do Líbano são convidados pelo movimento internacional para rezar o rosário por 33 dias consecutivos, sempre às 19h30 (horário de Roma) até o dia 4 de agosto, data na qual se completa um ano da trágica explosão no porto de Beirute.

O site www.33jours.com propõem diariamente uma intenção específica pelo Líbano. Reza-se pela recuperação da situação econômica e política, pelos pobres, pelos médicos, pelas crianças e desempregados, por exemplo.

230 mil terços rezados pelo Líbano

Mais de 230 mil terços já foram rezados “para pedir a ressurreição do Líbano e uma era de paz e fraternidade em Cristo Jesus. Confiamos essa intenção às amáveis mãos de Maria Santíssima, em oração todos juntos, acreditamos que o Líbano ressurgirá”, ressalta o Padre Dinh.

A iniciativa conta com a colaboração do Padre Rouphael Zgheib, Diretor Nacional das POM no Líbano; do Padre Joseph Sfeir, Pároco da paróquia libanesa Maronita de Roma; e de Pascale Debbané, coordenadora regional do Oriente Médio na Seção “Migrantes e Refugiados” do dicastério vaticano para o Serviço do Desenvolvimento Humano Integral. (EPC)

Deixe seu comentário

Notícias Relacionadas