Gaudium news > Católicos celebram restauração de igreja incendiada na Sibéria

Católicos celebram restauração de igreja incendiada na Sibéria

A restauração da igreja dedicada a Santo Antônio de Pádua infunde esperança de uma nova vida para toda a comunidade local.

Rússia – Moscou (21/06/2021 13:11, Gaudium Press) Os habitantes do pequeno povoado siberiano de Belostok celebraram no último sábado, 19, a conclusão das obras de restauração da igreja dedicada a Santo Antônio de Pádua. A cerimônia contou com a presença do cônsul geral da Polônia, Krzysztof Sviderek, que presenteou o templo com uma reprodução da Virgem Negra de Czestochowa, padroeira da Polônia e Belostok.

Perseguição religiosa

A cidade foi fundada em 1898 por um grupo de poloneses. Em 1908 a igreja foi consagrada, alguns anos depois. Aos poucos, outros poloneses foram fundando outras cidades próximas a Belostok e com isso foi se constituindo uma paróquia. Sacerdotes vinham de Tomsk para administrar a paróquia que já possuía por volta de mil fiéis.

Em 1931, as autoridades soviéticas prenderam o último sacerdote, Padre Julian Gronskij, que posteriormente foi condenado a 10 anos de prisão. Em 1938, o templo foi destruído pela primeira vez por ativistas do Partido Comunista. Sendo restaurada e novamente consagrada em 1998.

Incêndio e reconstrução

No ano de 2018 um curto-circuito provocou um incêndio que reduziu a pequena igreja a cinzas. Parecia que a igreja desapareceria para sempre, entretanto, os fiéis junto de seu pároco, o Padre Krzysztof, lançaram nas redes sociais a campanha #SibirskijBelostokVoskresenie (“Resurreição de Belostok na Sibéria”).

A campanha recebeu ofertas provenientes da Polônia, Rússia, Inglaterra, Alemanha e outros países, alcançando, em menos de dois anos, a soma necessária para a restauração, quase 100 mil euros. Além disso, habitantes do povoado se ofereceram para trabalhar gratuitamente na reconstrução.

Esperança de uma nova vida

Durante os anos de repressão estalinista, 90% dos homens de Belostok foram exterminados. Atualmente a cidade possui apenas duzentos habitantes. A Fé Católica foi conservada no coração de alguns poucos anciãos. A restauração da igreja infunde esperança de uma nova vida para toda a comunidade local. (EPC)

Deixe seu comentário

Notícias Relacionadas