Gaudium news > Cardeal Sérgio da Rocha nomeado Arcebispo de Salvador, Bahia

Cardeal Sérgio da Rocha nomeado Arcebispo de Salvador, Bahia

Cidade do Vaticano (Quarta-feira, 11-03-2020, Gaudium Press) Na manhã desta quarta-feira, 11, o Papa Francisco acolheu o pedido de renúncia apresentado por Dom Murilo Sebastião Ramos Krieger ao governo pastoral da Arquidiocese São Salvador da Bahia, a Sé Primacial do Brasil. Em seu lugar, o Pontífice nomeou o Cardeal Sérgio da Rocha, até então Arcebispo metropolitano de Brasília (DF).

O purpurado substitui Dom Murilo Sebastião Ramos Krieger, que apresentou sua carta de renúncia, em outubro de 2018, após completar 75 anos.

Com esta decisão do Santo Padre, Dom Murilo torna-se agora Bispo emérito, ficando, então, desobrigado das funções concernentes ao governo de sua Diocese, mas permanecendo no exercício de seu ministério.

Este procedimento é previsto no Código de Direito Canônico, que define que “ao Bispo Diocesano que tiver completado 75 anos de idade, é solicitado apresentar a renúncia do ofício ao Sumo Pontífice, que, ponderando todas as circunstâncias, tomará providências”.

Biografia de Dom Murilo Krieger

Nascido na cidade catarinense de Brusque, em 19 de setembro de 1943, Dom Murilo realizou os estudos de primeiro e segundo graus no seminário de Corupá (SC), na Congregação dos Padres do Sagrado Coração de Jesus.

Sua ordenação sacerdotal foi no dia 7 de dezembro de 1969 e a episcopal em 28 de abril de 1985 adotando como lema episcopal a frase: “Deus é amor”. Sua posse como Arcebispo de Salvador da Bahia e primaz do Brasil aconteceu dia 25 de março de 2011.

Após ser ordenado Bispo, trabalhou com Dom Afonso até março de 1991 e com Dom Eusébio Oscar Scheid de março a junho de 1991. Nesse ano, no dia 22 de julho, assumiu a Diocese de Ponta Grossa (PR).

No dia 11 de julho de 1997, assumiu a Arquidiocese de Maringá, no Paraná. Dom Murilo foi nomeado Arcebispo de Florianópolis em 20 de fevereiro de 2002, assumindo essa Arquidiocese no dia 27 de abril de 2002.

A posse na Arquidiocese de Salvador aconteceu em 25 de março de 2011. De 2005 a 2018, Dom Murilo Krieger foi vice-presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e coordenou o processo de beatificação de Santa Dulce dos Pobres, o anjo bom da Bahia, cuja canonização aconteceu em 16 de outubro de 2019.

Biografia do Cardeal Sérgio da Rocha

Dom Sérgio da Rocha nasceu na cidade paulista de Dobrada, no dia 17 de outubro de 1959. Foi ordenado Diácono na Igreja de Santa Cruz de Matão (SP), em 18 de agosto de 1984 e sacerdote na matriz do Senhor Bom Jesus de Matão (SP), Diocese de São Carlos, dia 14 de dezembro de 1984.

Sua ordenação episcopal ocorreu no dia 11 de agosto de 2001, na catedral de São Carlos (SP). Foi Bispo auxiliar de Fortaleza (CE), Arcebispo coadjutor e Arcebispo de Teresina (PI) e Arcebispo de Brasília (DF). Seu lema episcopal é: “Omnia in Caritate” (1Cor 16,14) – “Tudo na caridade”.

Atuou como membro da Comissão Episcopal para os Ministérios Ordenados e a Vida Consagrada da CNBB, de 2007 a 2011, e como presidente da Comissão Episcopal para Doutrina da Fé, de 2011 a 2015.

Dom Sérgio também foi presidente do departamento de Vocações e Ministérios do Conselho Episcopal Latino-americano (Celam) de 2007 a 2011. Além disso, representou a CNBB na XIII Assembleia do Sínodo dos Bispos sobre a Nova Evangelização de 2012 e na XIV Assembleia do Sínodo dos Bispos sobre a Família.

No dia 19 de novembro de 2016, foi criado Cardeal pelo Papa Francisco durante o consistório realizado na Basílica de São Pedro, recebendo o título da Basílica de Santa Cruz na Via Flaminia, em Roma. O purpurado também foi presidente da CNBB de 2015 a 2019 e Relator geral da XV Assembléia dos Bispos, de 2018, que tratou do tema da juventude. Atualmente é Arcebispo de Brasília, membro do Conselho da Secretaria Geral do Sínodo dos Bispos (Vaticano), da Pontifícia Comissão para a América Latina (CAL) e da Congregação para o Clero (Vaticano). (EPC)

Deixe seu comentário

Noticias Relacionadas