Gaudium news > Cardeal Orani preside romaria ao Santuário Nacional de Aparecida

Cardeal Orani preside romaria ao Santuário Nacional de Aparecida

A Romaria da Arquidiocese do Rio de Janeiro, uma das mais antigas e numerosas, teve por tema “Com Maria, solidários à humanidade!”.

São Paulo – Aparecida (31/08/2021 11:57, Gaudium Press) No último sábado, 28, o Santuário Nacional de Aparecida acolheu a tradicional Romaria da Arquidiocese do Rio de Janeiro. O Cardeal Dom Orani João Tempesta presidiu a Santa Missa, que foi concelebrada pelos bispos auxiliares, vigários episcopais e sacerdotes do clero carioca.

Com Maria, solidários à humanidade!

A romaria, que teve por tema “Com Maria, solidários à humanidade!”, foi uma preparação para 2022, ano no qual a Arquidiocese, na vigência do 13º Plano de Pastoral de Conjunto, e em sintonia com as ‘Novas Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora da Igreja no Brasil’, fará a experiência do Pilar da Caridade como forma de viver o Ano da Comunhão.

Em uma atitude de agradecimento e súplica, o Arcebispo do Rio de Janeiro levou até o Altar Central do Santuário Nacional, os pedidos dos cariocas e os colocou nas mãos da Padroeira e Rainha do Brasil. “Estamos como família arquidiocesana pedindo e agradecendo à Padroeira do Brasil por tantos benefícios que Ela tem concedido à nossa Igreja Arquidiocesana. Trazemos as dores e angústias, mas também as esperanças e alegrias de um povo forte”, afirmou.

Em Aparecida pulsa o coração católico do Brasil

O purpurado recordou as palavras do Papa São João Paulo II, que disse que no Santuário Nacional “pulsa o coração católico do Brasil” e para lá “se voltam os anseios da Fé e da caridade do povo brasileiro”. “Por isso, irmãos e irmãs, nós colocamos aos pés da Virgem nossos pedidos e súplicas que serão apresentados ao Pai das Misericórdias. Essas paredes do Santuário são testemunha de muitos milagres, conversões, histórias, superações e alegrias do nosso povo devoto, que na Casa da Mãe vive sua comunhão com Deus e Jesus Cristo”, exortou.

Finalizando sua homilia, Dom Orani recordou dos desafios enfrentados pela Arquidiocese carioca na atualidade. “A Igreja do Rio de Janeiro tomou de novo a estrada, fez-se peregrina e romeira para nesta grande e bela casa, metáfora do coração da Mãe de Jesus e da Igreja, fazer memória Daquele que venceu a morte, Daquele que é o princípio e fim da história, alfa e ômega. A nossa Igreja arquidiocesana celebra o empenho e a dedicação na missão e seguimento de anúncio e conversão da direção do Reino nestas terras marianas, onde o rio faz um ‘M’. Eu, com gratidão à Deus, junto com meu povo, celebro com tanto romeiros, de tantos lugares do Brasil, aqui presentes e virtualmente, a nossa tradicional romaria deste povo tão querido. Diferente, com menos gente, tomando as precauções, porém com o mesmo fervor e fé de um povo forte”, concluiu. (EPC)

Fotos: Portal a12/Carolina Guimarães

Deixe seu comentário

Notícias Relacionadas