Gaudium news > Cardeal Odilo celebra Missa pedindo a proteção de São Paulo Apóstolo sobre a cidade

Cardeal Odilo celebra Missa pedindo a proteção de São Paulo Apóstolo sobre a cidade

Por ocasião da Solenidade da Conversão de São Paulo Apóstolo e pelos 467 anos de fundação da capital paulista, Dom Odilo Scherer, presidiu uma Santa Missa na Catedral da Sé.

São Paulo (26/01/2021 13:30, Gaudium Press) Na manhã da última segunda-feira, 25 de janeiro, o Cardeal Arcebispo de São Paulo, Dom Odilo Pedro Scherer, presidiu uma Santa Missa na Catedral Metropolitana Nossa Senhora da Assunção (Sé), por ocasião da Solenidade da Conversão de São Paulo Apóstolo e o 467º aniversário de fundação da capital paulista.

A cerimônia contou com a participação de autoridades civis e militares, além da concelebração por diversos Bispos e sacerdotes. Devido ao fato de ainda vivermos um tempo de pandemia, o número de fiéis presentes na celebração foi reduzido e a Missa foi transmitida pela internet.

Conversão de São Paulo Apóstolo

Em sua homilia, Dom Odilo destacou que a liturgia do dia recorda um importante episódio do início do cristianismo, o momento em que Saulo de Tarso, fariseu zeloso, implacável perseguidor dos cristãos, é surpreendido, à caminho de Damasco, por uma luz, que o deixa cego, e a voz de Cristo.

Naquele momento, Saulo pergunta: ‘Senhor, o que queres que eu faça?’. “Imediatamente, aquela luz entrou na sua consciência e o tocou. Começa, então, a história da conversão, da mudança de vida de Saulo para Paulo, que dá os passos do aprendizado na lei do Evangelho, no ensino cristão e passa a ser o grande apóstolo missionário de Jesus Cristo”, ressalta o Cardeal.

O que devo fazer, Senhor?

São Paulo, de perseguidor, se tornou o maior missionário do Evangelho, levando a palavra de Jesus Cristo para inúmeros povos, ampliando as fronteiras da pregação da Boa-Nova. “Aqui, vemos como a graça de Deus pode mudar uma vida, quando a pessoa se abre e se pergunta: ‘O que devo fazer, Senhor?’ e sinceramente se coloca à disposição de ouvir Deus”, afirmou Dom Odilo, frisando que todos nós somos chamados a fazer a mesma pergunta ao longo de nossa vida.

“Olhamos para o Apóstolo Paulo e invocamos sua proteção e ajuda sobre esta cidade que traz o seu nome e lhe é devotada. Sobretudo, invocamos sua ajuda e proteção pelos muitos doentes, pelos pobres, pelas pessoas que sofrem. Olhamos para o Apóstolo dele aprendemos a nos perguntar diante de todas essas situações: ‘Senhor, o que devemos fazer?’”, continuou.

Origem Missionária da cidade de São Paulo

Recordando a origem missionária da capital paulista, Dom Odilo sublinhou que a cidade nasceu com do propósito de levar o Evangelho aos povos que habitavam nessa região, no projeto missionário dos jesuítas, que tinha à frente o Padre Manuel da Nóbrega e no qual São José de Anchieta teve um papel fundamental.

“Aqui, iniciaram o primeiro núcleo urbano ainda muito pequeno em torno de um colégio, de uma capelinha, onde se expressava essa vida segundo os valores do Evangelho da paz, da defesa da vida, da promoção da dignidade da pessoa, da saúde, da educação, da cultura, da fraternidade, da boa convivência, do respeito recíproco”, salientou.

O Arcebispo de São Paulo concluiu manifestando seu desejo de que “Deus nos ajude a não esquecer aquilo que os que iniciaram esta cidade tinham em mente: edificar uma comunidade humana, de sadia convivência, de interesse e cuidado recíprocos, onde a palavra de Deus era horizonte, luz que a todos orientava”. (EPC)

(Fotos: Luciney Martins/O SÃO PAULO)

Deixe seu comentário

Notícias Relacionadas