Gaudium news > Cardeal de São Paulo ordena cinco novos diáconos permanentes

Cardeal de São Paulo ordena cinco novos diáconos permanentes

A cerimônia ocorreu na Catedral da Sé dentro do contexto das comemorações pelos 20 anos da instituição do diaconato permanente na Igreja em São Paulo.

São Paulo (25/11/2020 13:00, Gaudium Press) No último sábado, 21, o Cardeal Arcebispo de São Paulo, Dom Odilo Pedro Scherer, presidiu a ordenação de cinco novos Diáconos permanentes. A cerimônia ocorreu na Catedral da Sé dentro do contexto das comemorações pelos 20 anos da instituição do diaconato permanente na Igreja em São Paulo.

Em sua homilia, Dom Odilo ressaltou que aquele era o momento de dar graças a Deus por todos os frutos colhidos nas duas décadas de Diaconato permanente na Arquidiocese, sobretudo pelo trabalho dos formadores e pelo ministério exercido por todos os Diáconos ordenados durante esse período.

Os Diáconos devem estar atentos aos que necessitam da misericórdia Divina

Recordando a Solenidade de Cristo Rei, celebrada no último domingo, o purpurado afirmou que o reinado de Nosso Senhor Jesus Cristo se manifesta através do serviço e salientou que os Diáconos, de modo especial, são chamados a estarem atentos aos que mais necessitam da misericórdia Divina.

“O serviço diaconal se inspira em Jesus, servidor da humanidade, que nos chamou a imitar o seu exemplo. Vocês são chamados a praticar as obras de misericórdia em primeira pessoa, mas também a ajudar toda a comunidade eclesial a promovê-las”, disse Dom Odilo voltando-se aos Diáconos recém-ordenados.

Funções próprias dos Diáconos

O Arcebispo de São Paulo também recordou as as funções próprias do Diaconato, descritas no ritual de ordenação. “Fortalecidos com o dom do Espírito Santo, os Diáconos deverão ajudar o Bispo e seu presbitério no serviço da Palavra, do altar da caridade, mostrando-se servos de todos”.

“Amparados por Deus, procedam de tal modo em seu ministério que possam reconhecê-los como verdadeiros discípulos daquele que não veio para ser servido, mas para servir”, completou.

Requisitos para se tornar Diácono permanente

Atualmente, a Arquidiocese de São Paulo possui 103 diáconos permanentes. Para se tornar Diácono permanente na Arquidiocese, o candidato deve ter a partir de 35 anos de idade e cinco de vida matrimonial. Ao longo período de formação, é realizado um curso integrado de Filosofia e Teologia por cinco anos. Ao concluir o período de estudos, o candidato realiza um ano de vivência pastoral em diferentes âmbitos, tais como hospitais, cemitérios e serviço aos mais pobres. (EPC)

(Fotos: Luciney Martins/O SÃO PAULO)

Deixe seu comentário

Notícias Relacionadas