Gaudium news > Caminho de Santiago de Compostela será reaberto em 1º de julho

Caminho de Santiago de Compostela será reaberto em 1º de julho

A Catedral, o Centro Internacional de Acolhida ao Peregrino e os albergues públicos serão reabertos de forma gradual, seguindo as medidas de segurança propostas pelas autoridades sanitárias.

Espanha – Santiago de Compostela (12/06/2020 10:00, Gaudium Press) A Comissão Organizadora do Xacobeo 2021 decidiu que a partir do dia 1º de julho, os peregrinos poderão voltar a percorrer o Caminho de Santiago de Compostela.

Reabertura de forma gradual

A Catedral, o Centro Internacional de Acolhida ao Peregrino e os albergues públicos, que permaneceram fechados durante a pandemia de coronavírus, serão reabertos de forma gradual, seguindo as medidas de segurança propostas pelas autoridades sanitárias.

O Caminho de Santiago será reativado de forma coordenada e progressiva, segundo acordo da Junta de Galícia, a Igreja compostelana e a Câmara Municipal de Santiago. A entrada na fase 3 possibilita o deslocamento entre as distintas províncias galegas.

Enquanto as prefeituras dos municípios por onde o Caminho passa e as empresas e profissionais que trabalham ao seu lado vão retomando suas atividades, uma mensagem de prudência está sendo enviada aos peregrinos que planejam sua volta ao Caminho.

“Todos queremos que os peregrinos possam voltar logo ao Caminho de Santiago mas a prioridade absoluta é garantir a segurança para os que percorrem a rota, e para os profissionais ou voluntários que estão presentes em seu dia a dia”, destacam.

Protocolo de segurança para os albergues de peregrinos

Na ausência de um documento específico do Caminho de Santiago, a Associação de Municípios do Caminho de Santiago, com a ajuda de especialistas em saúde, elaborou um protocolo de segurança para os ‘Albergues Seguros’ que servirá de roteiro para seu funcionamento nos próximos meses.

O documento tem com base as diretrizes do Ministério do Comércio, Indústria e Turismo, centrando-se nas características do Caminho de Santiago e contemplando as particularidades de seus albergues, a tradicional acolhida, os voluntários que frequentam os albergues e os peregrinos.

Este protocolo foi preparado como uma ferramenta para que os albergues do Caminho saibam quais medidas tomar para reduzir as probabilidades de contágio e as apliquem em todo o Caminho, buscando habituar os peregrinos às novas normas. O documento inclui todas as normas e recomendações sanitárias a serem seguidas, assim como o equipamento que os abrigos de peregrinos deverão possuir.

Além disso, o protocolo apresenta medidas de autoproteção para os peregrinos, para os trabalhadores de hospitais e para os albergues, detalhando todas as ações que deverão ser realizadas durante o acesso aos albergues, o registro dos peregrinos, o uso de dormitórios, dos banheiros e dos espaços comuns, assim como o protocolo de limpeza e desinfecção dos cômodos, a correta custódia das mochilas dos peregrinos, entre outras questões.

Ano Santo Compostelano

Em 2021 será celebrado o Ano Santo Compostelano, que terá por lema “Saia da sua terra”. Segundo o segundo o Arcebispo de Santiago de Compostela, Dom Julián Barrio, a frase se refere a “deixar a bolha que nos isola do resto do mundo e nos torna auto-referenciais; da zona de conforto, egoísmo e inércia; das falsas garantias que nosso pequeno mundo nos fornece, onde não há espaço para mais vozes que as nossas e onde o risco de qualquer mudança é conjurado com o pretexto de preservar a verdade”.

Apesar de se ter batido o recorde de 350 mil peregrinos em 2019, por conta da pandemia de Covid-19 e suas possíveis consequências econômicas, é difícil prever quantos peregrinos farão o Caminho de Santiago no Ano Santo de 2021. O site oficial do Ano Santo Compostelano pode ser acessado clicando aqui. (EPC)

Deixe seu comentário

Notícias Relacionadas