Gaudium news > Bispos da Costa Rica pedem para que se adiante a reabertura dos templos

Bispos da Costa Rica pedem para que se adiante a reabertura dos templos

O Ministério da Saúde da Costa Rica programou a reabertura dos templos para o dia 22 de junho. Os Bispos pediram para que se leve em consideração a necessidade espiritual dos fiéis.

Costa Rica – San José (15/05/2020 14:00, Gaudium Press) A Conferência Episcopal da Costa Rica emitiu uma declaração após o anúncio por parte do Ministério da Saúde local sobre a continuidade do fechamento dos templos no país. Os prelados reiteraram sua intenção de acatar as medidas de prevenção mas invocaram a necessidade espiritual dos fiéis como um motivo para que se reconsidere adiantar a reabertura de templos.

Uma proposta de reabertura de templos não atendida

“A Presidência da Conferência Episcopal se manteve em comunicação com as autoridades do governo”, indicaram os Bispos. Os prelados informaram que no dia 4 de maio entregaram “uma proposta de protocolo para a reabertura de nossos templos”. Dita proposta incluía a celebração pública dos sacramentos. Em seu pedido, os Bispos afirmaram poder observar todas as medidas preventivas necessárias.

No entanto, quatro dias depois, os Bispos receberam por parte do presidente do país e do Ministro da Saúde a notícia de que os templos permanecerão fechados até o dia 22 de junho. “Diante disso, como Bispos, expressamos a necessidade espiritual dos fiéis e pedimos que seja reconsiderado adiantar dessa abertura”, relataram os prelados. “Esperávamos que essa solicitação fosse levada em consideração no anúncio feito hoje, no entanto, a decisão foi mantida”. Esta resposta dos Bispos foi divulgada no dia 11 de maio.

Que os fiéis não fiquem sem o alimento da palavra e da Eucaristia

Os prelados encorajaram o trabalho pastoral de sacerdotes, religiosos e religiosas, assim como dos leigos comprometidos, durante esta situação. Eles os convidaram a fazer uso da “máxima criatividade para que nossos fiéis não fiquem sem o alimento da palavra e de sua participação, ainda que de forma virtual, no Sacramento da Eucaristia”.

“Confiamos plenamente na intercessão da Bem-aventurada Virgem Maria sob a invocação de Nossa Senhora dos Anjos”, concluíram os prelados. “Que logo possamos superar essa etapa tão difícil da nossa história e que, chegado o momento oportuno, possamos reabrir nossos templos a todos os fiéis de nossa Igreja”. (EPC)

Deixe seu comentário

Notícias Relacionadas