Gaudium news > Bispo de Frederico Westphalen é vítima de ataques de ex-sacerdote e ex-seminarista

Bispo de Frederico Westphalen é vítima de ataques de ex-sacerdote e ex-seminarista

Dom Antônio Carlos Rossi Keller está sendo injustamente acusado, apesar de ter sido absolvido na esfera eclesiástica e civil.

Rio Grande do Sul – Frederico Westphalen (29/12/2021 11:52, Gaudium Press) O Bispo de Frederico Westphalen, Dom Antônio Carlos Rossi Keller, está sendo vítima de uma série de acusações sem provas realizadas por um ex-sacerdote, reduzido ao estado laical pelo Papa Francisco, e um ex-seminarista, que atualmente é mãe de santo.

Diante disso, a Diocese gaúcha se colocou à disposição da imprensa para dirimir quaisquer dúvidas relacionadas ao caso, para que dessa forma a verdade triunfe sobre as calúnias proferidas contra o referido Bispo.

Bispo já foi absolvido na esfera canônica e civil

Em seu posicionamento oficial, Dom Rossi Keller assegura que os fatos relatados são falsos e que ele já foi absolvido na esfera canônica e os acusadores foram responsabilizados. Além disso, na esfera civil todas as imputações foram rejeitadas e os acusadores serão devidamente responsabilizados.

“O povo da Diocese de Frederico Westphalen me conhece, bem como todas as pessoas de outros lugares pelos quais passei. Durante decênios de atuação jamais tive nenhuma acusação sobre episódio assemelhado, o que revela a absoluta irresponsabilidade e indignidade da imputação”, comentou o prelado.

Acusação rejeitada pela Justiça

Dom Rossi Keller explica ainda que dentro da esfera penal, a acusação foi inteiramente rejeitada pela Justiça. Além disso, por se tratar de segredo de Justiça, o vazamento ilícito de informações será apurado, pois trata-se de uma clara tentativa de mudar as decisões tomadas pela Justiça.

O Bispo de Frederico Westphalen conclui ressaltando acreditar na Justiça divina e confiar na Justiça dos homens. “Tenho certeza de que, a seu tempo, tudo será devidamente esclarecido. Agradeço as inúmeras manifestações de solidariedade e de proximidade neste momento que sou obrigado a viver. Deus saberá retribuir a cada um o bem que me fazem”. (EPC)

Deixe seu comentário

Notícias Relacionadas