Gaudium news > Basílica Santa Maria Maggiore: homenagem ao título de Maria, Mãe de Deus

Basílica Santa Maria Maggiore: homenagem ao título de Maria, Mãe de Deus

Nesta basílica romana estão a relíquia do presépio do Menino Jesus e o belo ícone de Maria “Salus populi romani”.

Redação (05/08/2021 10:56, Gaudium Press) Entre as Basílicas Pontifícias localizadas em Roma, a de Santa Maria Maggiore tem algo especial; e não para menos, pois é o monumento da piedade mariana por excelência da Cidade Eterna, sem mencionar que é o Santuário mais antigo do Ocidente, dedicado à Virgem Maria e Mãe de Deus. Sua dedicação é comemorada pela Igreja Universal nesta quinta-feira, 5 de agosto.

A Basílica se associa à Bem-aventurada Virgem, pois o templo foi construído séculos atrás para comemorar Maria, Mãe de Deus, verdade de fé proclamada no Concílio de Éfeso.

É o terceiro dos templos patriarcais construídos dentro de Roma. No início, recebeu o nome de “Basílica liberiana”, já que foi construída em meados do século IV, na época do Papa Libério. Mas algum tempo depois, no ano 434, foi restaurada por ordem do Papa Sixto III, recebendo o nome “Santa Maria a Maior”, para lembrar a proclamação solene da Virgem Maria como “Mãe de Deus” feita no Concílio de Éfeso, em 431. Com essa nova dignidade, a basílica tornou-se o primeiro templo romano, assim como do ocidente, consagrado à Virgem Maria.

Na festa da dedicação do templo, também se evoca um evento extraordinário: o “Milagre da neve”. De acordo com a tradição, na noite de 5 de agosto de 358, quando Roma estava em pleno verão, nevou inusitadamente na colina romana Esquilino. Conta-se também que nesse período a Virgem Maria apareceu em um sonho para o Papa Libério, pedindo-lhe para construir um templo em sua honra no lugar onde tinha nevado. Esse fato é lembrado todo ano no dia 5 de agosto com espetáculos de luzes e chuva de flores brancas que vestem a Basílica.

A Basílica também é conhecida pelo nome de “Santa Maria ad praesepe“, pois dentro dela estão preservadas as tábuas do presépio do Menino Jesus.  Da mesma forma, o templo protege o belo ícone de Maria “Salus populi romani” que está na capela Paulina e é de grande devoção dos pontífices.

Com informações Rádio Vaticano

Deixe seu comentário

Notícias Relacionadas