Gaudium news > Basílica do Senhor Bom Jesus de Iguape celebra Jubileu Extraordinário

Basílica do Senhor Bom Jesus de Iguape celebra Jubileu Extraordinário

Através da abertura da porta santa da Basílica do Senhor Bom Jesus de Iguape, presidida por Dom Manoel Ferreira dos Santos Júnior, será iniciado oficialmente o Ano Jubilar.

São Paulo – Iguape (27/01/2022 12:19, Gaudium Press) No próximo dia 5 de fevereiro, às 9h, por ocasião dos 375 anos do encontro da imagem do Senhor Bom Jesus em Iguape, o Bispo Diocesano de Registro (SP), Dom Manoel Ferreira dos Santos Júnior, presidirá a cerimônia de abertura da porta santa da Basílica do Senhor Bom Jesus de Iguape.

Programação do Ano Jubilar

Através desta celebração, será iniciado oficialmente o Ano Jubilar extraordinário, que se encerrará no dia 6 de janeiro de 2023. Ao longo deste período, os fiéis católicos poderão lucrar uma indulgência plenária, desde que sigam as tradicionais e já conhecidas condições estabelecidas pela Penitenciaria Apostólica: confissão sacramental dos pecados; comunhão eucarística; e oração pelas intenções do Papa.

Inúmeras atividades especiais para a acolhida das peregrinações estão previstas ao longo deste Ano Jubilar extraordinário. Uma das principais é a Novena e Festa do Senhor Bom Jesus, que acontecerá entre os dias 28 de julho e 6 de agosto de 2022, contando com a participação de Bispos e Arcebispos de diversas Dioceses do Brasil.

História da imagem do Senhor Bom Jesus de Iguape

Conta a tradição que, no ano de 1646, uma imagem do Senhor Bom Jesus da Cana Verde veio de Portugal a bordo de um grande navio que, ao se aproximar da costa nordestina brasileira, foi atacado por piratas holandeses. A imagem foi lançada ao mar pelos tripulantes, dentro de uma caixa de madeira, na tentativa de preservá-la.

Nove meses depois, a caixa de madeira foi avistada por dois índios no litoral sul de São Paulo. Ao abri-la e se depararem com a imagem do Senhor Bom Jesus, a colocaram de pé, voltada para a direção do nascer-do-sol e continuaram sua viagem. Ao retornar, perceberam que a imagem havia se movido para o lado contrário, sem qualquer indício de intervenção humana.

Basílica Menor do Senhor Bom Jesus de Iguape

A imagem então foi levada para o vilarejo de Iguape, onde foi lavada e levada para a antiga Matriz Paroquial, sendo entronizada no dia 2 de novembro de 1647. Desde então, numerosos fiéis se reúnem anualmente aos pés da milagrosa imagem do Senhor Bom Jesus, para pedir proteção e agradecer pelas graças alcançadas.

A festa a esta devoção é considerada a segunda maior do Estado de São Paulo, depois de Nossa Senhora Aparecida. Em 1787, se construiu a atual matriz paroquial de Nossa Senhora das Neves e 175 anos depois, quando se comemorava os 315 anos do encontro da imagem, São João XXIII concedeu à Igreja o título de Basílica Menor do Senhor Bom Jesus de Iguape. (EPC)

Deixe seu comentário

Notícias Relacionadas