Gaudium news > Aumenta o número de igrejas profanadas na França

Aumenta o número de igrejas profanadas na França

Roubos, vandalismo, profanações… várias igrejas na França foram alvo de criminosos nos últimos dias

Redação (14/01/2022 13:10, Gaudium Press) A França registrou desde o começo do ano, ao menos 10 casos de vandalismo contra igrejas católicas. As profanações aconteceram em diferentes igrejas do território francês.

Em sua conta de Twitter, o ministro do Interior e do Culto, Gérard Darminin, manifestou sua solidariedade com os católicos franceses e classificou os atos de “inaceitáveis”.

As autoridades vão reforçar a segurança

Na última quinta-feira, 13 de janeiro, Gérard Darminin, visitou a região de Seine-Saint-Denis, nos arredores de Paris, onde as igrejas de Saint-Germain l’Auxerrois e de Saint-Pierre foram profanadas.

O ministro foi até os locais garantir aos católicos que dispositivos de segurança serão reforçados para aumentar a proteção dos fiéis e dos locais de culto:

“Como ministro dos cultos, meu trabalho é de protegê-los. Aumentamos os meios que permitem melhorar sobretudo as câmeras de segurança nos locais de culto, para combater o terrorismo”, explicou ele.

Igreja de Saint-Pierre de Bondy – paroissesbondypavillons.fr

Igrejas Profanadas

A igreja de Saint-Pierre de Bondy foi vítima de roubo e degradação na madrugada do dia 9 de janeiro. A igreja que foi fechada às 19 horas do domingo e na manhã seguinte, o responsável por abri-la, às 8 horas, se deparou com o cofre da igreja cortado com a ajuda de uma máquina de serrar.

Entrando no templo, pode-se verificar que não se tratava apenas de um roubo. Os criminosos também roubaram um computador, saquearam a sacristia, quebraram um vitral e arrombaram o tabernáculo.

Após análise da polícia científica, a diocese de Saint-Denis fez oficialmente um boletim de ocorrência e o crime será investigado pelas autoridades.

Na mesma noite, um fato parecido aconteceu na igreja de Saint-Germain-l’Auxerrois de Romainville que foi vítima de roubo e vários atos de vandalismo.

Missa de Reparação e outros atos de ódio e vandalismo

Como forma de reparação, o bispo diocesano, Mons. Pascal Delannoy celebrou uma Missa de desagravo em ambas as igrejas profanadas.

Alguns dias antes, um homem supostamente desequilibrado destruiu com uma barra de ferro três imagens da famosa catedral de Saint-Denis. Em Poitiers, a igreja de Sainte-Thérèse teve várias imagens decapitadas. A igreja Saint-Germain de Vitry-sur-Seine teve algumas âmbulas com hóstias consagradas roubadas. (FM)

 

Deixe seu comentário

Notícias Relacionadas