Gaudium news > Arquidiocese de São Paulo anuncia retomada gradual das atividades administrativas e pastorais

Arquidiocese de São Paulo anuncia retomada gradual das atividades administrativas e pastorais

“Acreditamos ter chegado o tempo para uma retomada programada e gradual de atividades necessárias para a vida das paróquias”, afirmou o Cardeal Odilo.

São Paulo (25/06/2020 11:00, Gaudium Press) Na última quarta-feira, 24, a Arquidiocese de São Paulo publicou em seu website um protocolo para retomada das atividades pastorais e administrativas da Igreja Católica no território do Município de São Paulo, suspensas desde o mês de março.

O documento, assinado pelo Cardeal Arcebispo de São Paulo, Dom Odilo Pedro Scherer, é iniciado recordando que a Arquidiocese já está há três meses de quarentena, “com as atividades religiosas, pastorais e administrativas presenciais reduzidas ao mínimo, colaborando com o esforço coletivo para evitar o contágio com o novo Coronavírus e a pandemia de COVID 19”.

Retomada programada e gradual

“Bem sabendo que o risco ainda não foi superado, mas tendo aprendido a lidar com ele, agora acreditamos ter chegado o tempo para uma retomada programada e gradual de atividades necessárias para a vida das paróquias e serviços de Cúria, importantes para a relação do povo com a Igreja e vice-versa”, destaca o purpurado.

O Arcebispo explica que uma comissão, integrada por representantes das Dioceses e Eparquias de São Paulo, designados pelos respectivos Bispos Diocesanos, elaborou um protocolo autorizando a retomada do serviço dos expedientes paroquiais e da Cúria a partir do dia 29 de junho de 2020.

Distanciamento, álcool em gel e máscaras

Este documento, que foi aprovado pela prefeitura e está disponível no website da Arquidiocese, contempla atividades das coordenações pastorais, Chancelaria, Departamentos de Administração, Jurídico, Contabilidade e de Arquitetura, além dos serviços do Tribunal Eclesiástico.

A Arquidiocese se compromete a disponibilizar álcool em gel, manter o distanciamento de no mínimo um metro entre os fiéis, bem como aferir a temperatura de seus colaboradores. Além disso, os templos católicos observarão a lotação máxima de 30% de sua capacidade e que todos os que adentrarem higienizem suas mãos e usem máscaras.

Prudente critério dos sacerdotes e demais responsáveis

Respondendo a questão sobre quando os fiéis poderão participar novamente das celebrações nos templos, o Cardeal Odilo esclarece que “em nossa Arquidiocese, até o presente, mantivemos a orientação firme para que se evitassem as aglomerações de povo, para não favorecer o contágio com o Coronavírus”.

No entanto, levando em consideração as orientações da CNBB, o acordo assinado entre a prefeitura de São Paulo e um grupo de vereadores da Câmara Municipal, e ainda as recomendações das autoridades sanitárias, “tendo em vista as necessidades religiosas e espirituais do povo e também o indispensável apoio às iniciativas de solidariedade e ajuda aos muitos necessitados que procuram nossas igrejas e comunidades, ORIENTAMOS, os Padres e demais responsáveis pelas igrejas de nossa Arquidiocese que, a seu prudente critério, retomem as celebrações com a presença de povo, observando cuidadosamente as medidas preventivas recomendadas”.

Transmissão das celebrações pelas várias mídias

Dom Odilo conclui pedindo para que não se deixe de transmitir regularmente as celebrações pelas várias mídias, para que as pessoas impedidas de irem à igreja, ou aconselhadas a permanecerem ainda em suas casas, também possam acompanhar as celebrações e unir-se pela Fé à Igreja. (EPC)

Deixe seu comentário

Notícias Relacionadas