Gaudium news > Arquidiocese de Salvador acolhe dois novos Bispos Auxiliares

Arquidiocese de Salvador acolhe dois novos Bispos Auxiliares

A cerimônia de boas vindas ocorreu na Catedral Metropolitana de Salvador durante Santa Missa presidida pelo Arcebispo de Salvador e Primaz do Brasil, Cardeal Dom Sergio da Rocha.

Bahia – Salvador (09/02/2021 14:30, Gaudium Press) No último sábado, 6 de fevereiro, a Arquidiocese de Salvador acolheu Dom Dorival Souza Barreto Júnior e Dom Valter Magno de Carvalho, os dois novos bispos auxiliares nomeados pelo Papa Francisco.

A cerimônia de boas vindas ocorreu na Catedral Metropolitana de Salvador durante Santa Missa presidida pelo Arcebispo de Salvador e Primaz do Brasil, Cardeal Dom Sergio da Rocha. Por conta da pandemia de Covid-19, o número de fiéis presentes foi reduzido e a cerimônia foi transmitida ao vivo pelas redes sociais e por alguns canais católicos de televisão.

O Bispo é chamado a ser sinal de Cristo pastor em meio ao rebanho

A Santa Missa foi concelebrada por: Dom João Justino, Arcebispo de Montes Claros; Dom Zanoni Demettino Castro, Arcebispo de Feira de Santana; Dom Vitor Agnaldo de Menezes, Bispo da Diocese de Propriá; Dom Estevam dos Santos Silva Filho, Bispo da Diocese de Ruy Barbosa; Dom Hélio Pereira dos Santos, Bispo da Diocese de Serrinha; e por Dom Marco Eugênio Galrão, Bispo auxiliar da Arquidiocese de Salvador.

Em sua homilia, o Primaz do Brasil agradeceu aos novos Bispos e recordou que “o Bispo é chamado a ser sinal de Cristo pastor em meio ao rebanho, assemelhando-se a Ele por meio do serviço humilde e generoso e, acima de tudo, pela doação cotidiana da própria vida. O Bispo é chamado a abraçar Cristo crucificado, abraçando os que estão crucificados com Cristo, em meio à provação de sofrimentos, em meio a este tempo tão difícil da pandemia”.

Dom Dorival Souza Barreto Júnior

Após a Comunhão, os novos Bispos puderam expressar seus sentimentos nessa nova missão. Dom Dorival, que foi o primeiro a falar, agradeceu ao Papa Francisco pela confiança e lhe manifestou seu desejo de comunhão, unidade e obediência ao Pontífice. Em seguida agradeceu o Cardeal pela acolhida fraterna.

“Nestes poucos dias de convivência, testemunho como tem sido importante a sua atenção, orientação e apoio, nos incentivando para que o começo da nossa missão seja um momento importante para as nossas vidas, conscientes da missão e da responsabilidade recebida, mas também momento de ação de graças e alegria em poder servir”, afirmou.

Dom Valter Magno de Carvalho

Em seguida, foi a vez de Dom Valter falar sobre a acolhida. O prelado ressaltou que fará todo o esforço para configurar sua vida, seus pensamentos, palavras e gestos ao Cristo Bom Pastor. Além disso, ele também agradeceu ao Santo Padre pela eleição e nomeação.

“Venho a esta Arquidiocese Primaz do Brasil com o coração aberto para acolher a história e a realidade eclesial, com seus encantos e certamente também os seus desafios. Desejo sinceramente me encontrar com todas as pessoas, quero me fazer próximo de todos, colocando-me à serviço”, concluiu Dom Valter. (EPC)

Fotos: Arquidiocese de Salvador/Cristina Silva

Deixe seu comentário

Notícias Relacionadas