Gaudium news > Arquidiocese de Granada presidirá cerimônia de beatificação de mártires da Guerra Civil Espanhola

Arquidiocese de Granada presidirá cerimônia de beatificação de mártires da Guerra Civil Espanhola

Dezesseis mártires serão beatificados proximamente em Granada. Os Bem-aventurados foram mortos por ódio à fé, durante a perseguição da Guerra Civil Espanhola

Redação (30/11/2021 14:30, Gaudium Press) A cidade espanhola de Granada será palco da beatificação de 16 mártires da Guerra Civil.

A cerimônia acontecerá na Catedral da Encarnação, no dia 26 de fevereiro de 2022. Os futuros beatos foram perseguidos e mortos por ódio à fé durante a Guerra Civil (1936-1939).

O processo de beatificação do Padre Cayetano Giménez Martínez e seus 15 companheiros mártires, começou em 1999 e terminou com o decreto permitindo a beatificação, em 2019. Mas por causa da pandemia a cerimônias foi suspensa.

A beatificação tem como lema: “Tua Graça vale mais do que a Vida”. Conforme explicou a arquidiocese de Granada, o lema representa o perdão dos mártires para com seus assassinos.

A história desses santos mártires está descrita no livro do sacerdote Santiago Hoces, de 2000: “Cayetano Jiménez Martín y compañeros, mártires granadinos de 1936”. Dos 16 novos beatos, catorze eram sacerdotes além de um seminarista e um leigo.

O seminarista, Antônio Caba Pozo escrevia muito à sua irmã e suas cartas foram usadas no seu processo de beatificação. Entre os escritos, o seminarista explica que seu único desejo na vida era ser santo e que (com o martírio) tinha conseguido.

Com os 16 novos beatos, o número de mártires espanhóis durante a Guerra Civil ultrapassará 1915. Mas trata-se de um número provisório uma vez que por todo o país existem causas em andamento. (FM)

Deixe seu comentário

Notícias Relacionadas