Gaudium news > Arcebispo de Los Angeles pede orações

Arcebispo de Los Angeles pede orações

Mons. José H. Gómez, presidente da Conferência Episcopal dos EUA, pediu aos católicos que orassem por ele e outros bispos que trabalham na elaboração do documento sobre a Eucaristia.

Redação (23/06/2021 10:56, Gaudium Press) “Rezo para que este seja um momento em que todos nós da igreja reflitamos sobre nossa própria fé e disposição para receber Nosso Senhor na Sagrada Eucaristia”, declarou o Mons. José H. Gómez, arcebispo de Los Angeles, em um comunicado emitido no dia 21 de junho passado, por ocasião da decisão, tomada pela Conferência Episcopal, de preparar um documento sobre a Eucaristia.

Ao mesmo tempo, Mons. Gómez pediu aos católicos que orassem por ele e pelos outros bispos “enquanto continuamos nossos diálogos e reflexões” na elaboração do referido documento, que tratará “do significado da Eucaristia na vida da Igreja”.

Com 158 votos a favor, os bispos dos EUA votaram, em sua recente assembleia plenária, pela redação de um documento sobre a Eucaristia, que incluirá uma terceira parte sobre “coerência eucarística”, e ensinamentos sobre a disposição que se deve ter para receber a comunhão.

Maioria esmagadora

“Meus irmãos bispos e eu votamos esmagadoramente para emitir um documento pastoral sobre a beleza e o poder da Eucaristia”, confirmou o prelado.

Enquanto a Comissão Episcopal para a Doutrina da Fé elabora o rascunho do documento, “nos próximos meses, nós, os bispos, continuaremos com nossa oração e discernimento através de uma série de reuniões e consultas regionais”. O projeto será discutido na Assembleia Plenária de outono.

“A eucaristia é o coração da Igreja e o coração de nossas vidas como católicos”, sublinhou o arcebispo de Los Angeles. “Na Sagrada Eucaristia, o próprio Jesus Cristo se aproxima de cada um de nós pessoalmente e nos une como uma Família de Deus e um Corpo de Cristo.”

“Como bispos, nosso desejo é aprofundar a consciência do nosso povo sobre esse grande mistério da fé, e despertar sua admiração a este dom divino, no qual temos comunhão com o Deus vivo”, acrescentou. “Esse é o nosso propósito pastoral ao escrever este documento.”

A decisão de prepará-lo foi precedida por um amplo debate, no qual alguns prelados expressaram a necessidade de fornecer clareza sobre o significado da Eucaristia, enquanto outros questionaram que ela poderia ser vista como uma fratura da unidade da Igreja. A opinião de fortalecer o ensinamento sobre o tema foi majoritária na discussão.

Já há um esboço

Já no dia 17 passado, o Mons. Kevin Rhoades, bispo de Fort Wayne e presidente da Comissão para a Doutrina da Fé, em plena reunião episcopal, apresentou um esboço do que seria o documento, em uma mensagem pré-gravada.

O documento seria composto por três partes: “A Eucaristia, um Mistério a ser celebrado”, “A Eucaristia, um Mistério para se crer” e “A Eucaristia, um Mistério a ser Vivido”.

Cada parte incluiria três tópicos: a presença real do Corpo e Sangue de Cristo na Comunhão; unidade, beleza e identidade como a “fonte e ápice de toda a vida cristã”; e a transformação moral, coerência eucarística e discipulado missionário.

Mons. Rhoades enfatizou a necessidade do documento devido ao declínio da crença dos católicos americanos na presença real de Jesus Cristo na Eucaristia.

Com informações Crux

Deixe seu comentário

Notícias Relacionadas