Gaudium news > Anarquistas picham igreja na Suíça para protestar contra a Marcha pela vida

Anarquistas picham igreja na Suíça para protestar contra a Marcha pela vida

Um grupo de anarquistas pichou os muros externos de uma igreja na Suíça com frases de ameaça em protesto contra a Marcha pela Vida

Redação (20/09/2022 14:00, Gaudium Press) Uma igreja foi pichada com inscrições de caráter satanista em Zurich, na Suíça.

A igreja de do Sagrado Coração de Zurich-Oerlikon, foi pichada com inscrições de caráter satanista e intimidantes.

Entre os grafites que foram feitos está o número “666” e a palavra “Burn”, queimar em inglês.

A reivindicação do ato de vandalismo foi feita no site de um grupo anarquista, o qual explicou que o objetivo era protestar contra a “Marcha pela Vida” que aconteceu no último sábado, 17 de setembro.

A missa da Marcha pela vida foi celebrada por Mons. Eleganti na igreja do Sagrado Coração. De fato, a Missa seria celebrada em outra igreja, pichada também ela anteriormente.

As autoridades decidiram celebrar a Eucaristia na igreja do Sagrado Coração, evitando desta forma a primeira igreja, por questões de segurança.

A Missa foi celebrada sem nenhum problema. Contudo, a passeata foi perturbada algumas vezes por militantes pró-aborto.

A polícia deteve cerca de oito abortistas que tinham armas e tentavam impedir a passeata. Além disso, a polícia fez uso de balas de borracha e gás lacrimogêneo para dispersar alguns perturbadores.

Houve o caso de uma abortista infiltrada que tomou o microfone, durante o ajuntamento que aconteceu antes da Marcha, para defender o aborto.

A Marcha pela Vida, em Zurich, contou com cerca de mil manifestantes e durou uma hora e meia pelas ruas da cidade. (FM)

Deixe seu comentário

Notícias Relacionadas