Gaudium news > Alguns conselhos para quem deseja estudar

Alguns conselhos para quem deseja estudar

Podemos cumprir o primeiro mandamento estudando mais? Veja os conselhos que Hugo de São Vítor oferece àqueles que querem, pelo estudo, amar mais a Deus.

Redação (30/03/2021 09:50, Gaudium Press) Em outros tempos, o estudo chegou a ser uma forma de se buscar a santidade, além de um enriquecimento para o espírito. Em nossos dias, porém, estudar tornou-se apenas um pretexto para adquirir certas habilidades que podem ser úteis à sociedade, ao mercado ou à profissão. Assim, o mundo contemporâneo separou completamente o estudo da busca a Deus.

Diferentemente da mentalidade hodierna, Hugo de São Vítor, religioso do século XI, que ficou conhecido pelo seu empenho na organização do ensino e da aprendizagem, oferece conselhos valiosos, que bem podem auxiliar àqueles que se debruçam sobre os livros em busca da perfeição.

Conselhos úteis

Antes de tudo, a humildade, diz Hugo de São Vítor, é o princípio do aprendizado. O estudante que desde o início não é movido por esta virtude nunca atingirá a sabedoria.

Encontramos em uma de suas obras[1] algumas recomendações singulares:

Não tenha como vil nenhuma ciência;

Não se envergonhe de aprender de ninguém;

Quando tiver alcançado a ciência, não desprezes aos demais”.

Ora, se a humildade é o princípio do aprendizado, qual deve ser o fim do estudo? A contemplação, afirma o religioso, e por meio dela desfrutamos, já nesta vida, a futura recompensa das boas obras.

Hugo admoesta inclusive quanto à importância do método: “Aquele que, diante de uma multidão de livros, não guarda o modo e ordem da leitura, como que andando em círculos no meio de uma densa floresta, perde-se do reto caminho”.

Contrariando a concepção prática reinante hoje em dia, em que aprender se faz por mera necessidade do trabalho ou do círculo social, a pedagogia vitoriana insiste que o estudo deve ser visto como um deleite, já que ele se coordena com os demais meios para a perfeição.

Estudar para amar a Deus e conhecer a verdade

Resta-nos, porém, uma questão: O que estudar?

Tudo, responde Hugo de São Vítor. Ele quer que o aluno busque a integridade do conhecimento, o qual é formado de partes principais e secundárias. E nas palavras dele próprio: “Nenhuma ciência tenhas como vil, porque toda ciência é boa. Se nada lucrares, também nada terás perdido.” Cabe ressaltar que isso não significa ter o aluno de aplicar-se a tudo de forma igual. Sem dúvida, a parte principal do estudo é o conhecimento das Sagradas Escrituras e da Sagrada Ciência que dela deriva, como explica o religioso.

Em suma, Hugo nos mostra que o estudo pode ser um importante meio para amarmos mais a Deus e conhecer a verdade. “Conhecereis a verdade e ela vos libertará” (Jo 8,32).

Por Eduardo Felipe Rodrigues


[1] HUGO DE SÃO VITOR, Didascalion.

Deixe seu comentário

Notícias Relacionadas