Gaudium news > A história do cântico natalino escrito por Santo Afonso Maria de Ligório

A história do cântico natalino escrito por Santo Afonso Maria de Ligório

A canção originalmente foi escrita em dialeto napolitano, que se fala em parte do sul da Itália, com o título “Quanno nascette Ninno”.

Redação (15/11/2021 16:55, Gaudium Press) “Tu scendi dalle stelle”, é um famoso e popular cântico natalino de origem italiana que tem uma história especial: o escritor da letra e compositor da melodia foi nada mais, nada menos, que Santo Afonso Maria de Ligório, santo fundador da Congregação do Santíssimo Redentor -os redentoristas-, e doutor da Igreja.

Letra da música fala do Menino Jesus que nasceu em Belém e é luz do mundo

Conta a tradição que a peça musical, que fala do pequeno Jesus que nasceu em Belém e é luz do mundo, foi escrita pelo santo italiano na região de Nola, cidade da província de Nápoles no ano de 1754.

Outra tradição menciona que a origem desta obra foi na região de Deliceto, na província de Foggia, onde se encontra o Convento da Consolação, lugar no qual permaneceu um tempo Santo Afonso Maria de Ligório.

Famosos cânticos natalinos foram inspirados na música composta por Santo Afonso

A partir daí começaram a surgir outras traduções, entre elas o inglês, com a qual se fez “When the child is born”. Também surgiram diversas interpretações. Uma das mais recentes foi a realizada pelo Frei Alessandro, da Ordem dos Irmãos Menores, que é conhecido como “A Voz de Assis”.

A canção originalmente foi escrita em dialeto napolitano, que se fala em parte do sul da Itália, com o título “Quanno nascette Ninno”; mas muito tempo depois o Papa Pio IX a traduziu para o italiano, algo que fez com que a beleza do cântico desse a volta ao mundo e se fizesse muito popular nas celebrações de dezembro.

Letra da música natalina escrita por Santo Afonso

Tu scendi dalle stelle, o Re del cielo, e vieni in una grotta al freddo e al gelo. O Bambino mio divino, io ti vedo qui a tremar; o Dio beato! Ah, quanto ti costò l’avermi amato!

A te che sei del mondo il Creatore, mancano panni e fuoco, o mio Signore. Caro eletto pargoletto, quanto questa povertà più m’innamora, Giacche ti fece amor povero ancora.

Tradução para o português

Você desceu das estrelas, oh Rei do céu, e veio para uma gruta no frio e no gelo! Meu divino doce Menino eu vejo você aqui tremendo; Oh Deus bendito! Oh quanto te custou ter me amado!

Para ti, que és o Criador do mundo, roupas falta e fogo, ó meu Senhor. Bebezinho querido eleito, Como esta pobreza mais apaixonado, desde que você fez amor ainda pobres. (EPC)

Deixe seu comentário

Notícias Relacionadas