Gaudium news > Rainha do Céu, a saudação da Igreja à Santíssima Virgem pela Ressurreição de Cristo

Rainha do Céu, a saudação da Igreja à Santíssima Virgem pela Ressurreição de Cristo

Sua brevidade e simplicidade, além de seu belo significado teológico, fazem desta oração uma das mais belas expressões da alegria pascal.

Redação (06/04/2021 16:40, Gaudium Press) “Rainha do Céu, alegrai-vos!”, canta o povo católico à Santíssima Virgem Maria no tempo pascal, seguindo uma tradição cuja prática habitual remonta ao século XII e que foi estendida pela comunidade dos Franciscanos. Como muitas orações, as primeiras palavras que a compõem lhe dão seu nome, que a Igreja recorda ainda em sua forma original, o latim: Regina Coeli.

Uma das mais belas expressões da alegria pascal

Esta antífona mariana é um dos quatro hinos do tempo da Páscoa que se incluem na Liturgia das Horas, e que são rezados a partir do Sábado Santo, véspera da Ressurreição do Senhor, até o domingo depois de Pentecostes. Faz parte da oração litúrgica noturna chamada Completas. Sua brevidade e simplicidade, além de seu belo significado teológico, fazem desta oração uma das mais belas expressões da alegria pascal.

O mesmo início da oração encerra um mistério de Fé que é contemplado também no Santo Rosário, nos Mistérios Gloriosos: A Coroação da Santíssima Virgem como Rainha e Senhora de todo o criado. Esta “Rainha do Céu” é a quem se dirige a Igreja para felicitá-la pela Ressurreição de seu Filho Jesus Cristo, sendo ela quem, por natureza materna e virtude sobrenatural, sofreu com maior intensidade e união a tragédia da Paixão e Morte de Jesus.

A origem do Regina Coeli

Se desconhece a origem do Regina Coeli, mas uma bela tradição o atribui a São Gregório Magno, Pontífice e Doutor da Igreja, que haveria escutado os primeiros três versos da boca dos anjos enquanto realizava uma procissão descalço pelas ruas de Roma. À composição celestial o Santo Padre haveria acrescentado unicamente a quarta frase da oração: “Rogai por nós a Deus”.

A antífona original é adaptada para ser recitada como oração, de uma forma similar à do ngelus, tomando sua forma presente e acrescentando uma oração final.

Oração do Regina Coeli

V. Rainha do Céu, alegrai-Vos, aleluia.
R. Porque Aquele que merecestes trazer em vosso puríssimo seio, aleluia.
V. Ressuscitou como disse, aleluia.
R. Rogai por nós a Deus, aleluia.
V. Exultai e alegrai-Vos, ó Virgem Maria, aleluia.
R. Pois o Senhor ressuscitou verdadeiramente, aleluia.
V. Oremos: Ó Deus, que Vos dignastes alegrar o mundo com a Ressurreição do Vosso Filho, Nosso Senhor Jesus Cristo, concedei-nos, Vos suplicamos, a graça de alcançarmos pela proteção da Virgem Maria, Sua Mãe, a glória da vida eterna. Pelo mesmo Cristo Nosso Senhor.
R. Amém. (EPC)

Deixe seu comentário

Notícias Relacionadas

  • São Damião de Veuster

    No dia 15 de abril, a Igreja celebra a memória de São Damião de Veuster, um missionário que decidiu entregar sua vida pelas vítimas da lepra. ...

    Mais
  • A única solução verdadeira

    Como sair de uma situação que perdura há muito tempo e, contra as previsões e os desejos de todos, ainda se prolongará por mais alguns anos? ...

    Mais