Gaudium news > Coronavírus provoca suspensão de Missas em vários países

Coronavírus provoca suspensão de Missas em vários países

Redação (Sexta-feira, 13-03-2020, Gaudium Press) Após o anúncio da modificação de um decreto anterior para as igrejas de Roma, são muitos os países onde estão proibidas as Missas devido à disseminação do coronavírus.

Hoje, o Cardeal Angelo de Donatis, vigário do Papa para a Diocese de Roma, emitiu um decreto que altera um do dia anterior que suspendia as Missas nas igrejas da Cidade Eterna. Embora a obrigação da Missa dominical permaneça suspensa e as igrejas não paroquiais e outros edifícios de culto sejam mantidos fechados ao público, as igrejas paroquiais e aquelas que são sede de missões com ‘cura de almas’ permanecem abertas e com as missas habituais, para os fiéis que costumavam comparecer. O acesso também é mantido livre para oratórios de comunidades religiosas estavelmente constituídas, mas para os fiéis que costumam frequentar esses oratórios.

Coronavírus provoca suspensão de Missas em vários países.png

Não se conhece que decretos modificatórios similares ao do Cardeal De Donatis foram emitidos em outras jurisdições italianas, onde se mantêm o cancelamento de todas as Missas.

Bélgica

Ontem, os Bispos da Bélgica decidiram a suspensão de todas as Missas abertas ao público e outro tipo de celebrações públicas no país, ainda que Batismos, matrimônios e funerais possam ser realizados com acesso restringido. As igrejas continuarão abertas para a oração pessoal.

Quebec – Canadá

Os Bispos da Província de Quebec, Canadá, cancelaram todas as Missas de final de semana (dominicais), manifestando que “querem contribuir com o esforço de saúde pública conjunto, e como ato de solidariedade com as autoridades”. Também disseram os Bispos, que o fazem em consideração de muitos de seus paroquianos “que superam a idade de 65 anos e estão portanto mais em risco de contrair o vírus”.

Malta, Malásia, Singapura e Irlanda

Na ilha de Malta, como foi anunciado ontem, foram canceladas todas as Missas, tanto as dominicais como as da semana, assim como qualquer tipo de reunião religiosa católica. Os católicos foram eximidos temporalmente do preceito da Missa Dominical. Nos funerais, os sacerdotes realizarão os ritos no cemitério e ao ar livre, somente com os parentes mais próximos do defunto.

Na Malásia, a Igreja suspendeu todas as Missas por duas semanas, como medida preventiva contra o coronavírus. A medida seguirá até o dia 29 de março. “Continuaremos monitorando e revisando a situação para determinar se o período de suspensão deve ser estendido até além do dia 29 de março”, declarou a Igreja em comunicado oficial emitido ontem. Bodas e funerais serão realizados de forma privada, com número limitado de assistentes.

Em Singapura, extremo da Ásia, as Missas foram suspensas em sua totalidade e de forma indefinida. Ainda que se esperava que os ofícios cotidianos fossem reassumidos na manhã do sábado, um novo comunicado emitido por Dom William Goh, Arcebispo de Singapura, estabeleceu que as Missas se mantêm suspensas para minimizar o risco de expansão do coronavírus. As Missas estão suspensos desde o dia 15 de fevereiro.

Portugal, Albânia

Em nota emitida pela Conferência Episcopal Portuguesa, e “em consonância com as indicações do Governo e das autoridades de saúde”, os Bispos do país luso ordenaram aos sacerdotes que “suspendam a celebração comunitária da Santa Missa até ser superada a atual situação de emergência”. Sobre a celebração de outros sacramentos, a nota expressa que se devem seguir as indicações emitidas por cada Diocese.

Na Albânia, a Igreja determinou também a suspensão de atividades paroquiais e diocesanas. As igrejas permanecerão abertas para oração pessoal, e os funerais serão realizados evitando a reunião de numerosos fiéis. (EPC)

Deixe seu comentário

Noticias Relacionadas