Gaudium news > Crucifixos milagrosos são expostos na Itália contra o Coronavírus

Crucifixos milagrosos são expostos na Itália contra o Coronavírus

Itália – San Miniato (Quinta-feira, 12-03-2020, Gaudium Press) Apesar da suspensão das Missas na Itália para evitar a rápida propagação do Coronavírus (Covid-19), a Fé dos católicos não decai, convertendo-se inclusive na “arma” espiritual à qual muitos acodem para abater a enfermidade.

Crucifixos milagrosos são expostos na Itália contra o Coronavírus 1.jpg

Confiando em que Deus responde diante das súplicas de seus filhos, dois templos italianos decidiram expôr dois crucifixos milagrosos para enfrentar o contagioso mal. Trata-se do Cristo de Castelvecchio na Toscana, e do Crucifixo de Casalmaggione na Lombardia, regiões amplamente afetadas pela enfermidade.

O primeiro deles foi exposto temporalmente e de maneira extraordinária à pedido do Bispo de San Miniato, Dom Andrea Migliavacca, inclusive antes que fosse decretada a suspensão das Missas nos templos do país europeu.

A exposição ocorreu na Igreja de San Domenico em San Miniato desde a Quarta-Feira de Cinzas até o primeiro domingo da Quaresma, quer dizer, do dia 26 de fevereiro à 1º de março, convocando os fiéis para orar diante de Jesus Crucificado; uma imagem de madeira do século XI que dizem foi abandonada por dois viajantes na localidade italiana e que teve um lugar importante para os fiéis católicos entre os anos 1628 e 1631, quando uma praga açoitou a região. Naquele então os habitantes recorreram ao Crucifixo, que os salvou do mal, e realizaram o voto, fruto do qual se construiu um templo em sua honra.

Crucifixos milagrosos são expostos na Itália contra o Coronavírus 2.jpg

A segunda imagem, o Cristo Crucificado de Casalmaggione na Lombardia, está na região da Itália com maior número de casos de infectados pelo Coronavírus.

Ali, na Diocese de Cremona se colocou na entrada da Catedral de Santo Stefano um antigo crucifixo que data de 1676, que já custodiou a cidade quando enfrentou as inundações do rio Po; e hoje se encontra a vista de todos graças à disposição do vigário, o Padre Arrigo Durati.

“O crucifixo está sempre exposto na Catedral de Casalmaggionre, geralmente à direita. Nestes dias, à pedido do vigário, foi exposto no centro, um pouco para marcar o tempo forte da Quaresma, e outro pouco porque agora, que não é possível celebrar a Eucaristia com o povo pelas disposições contra o Coronavírus, é importante se colocar em comunhão as pessoas com o Senhor”, indicou o Padre Claudio Rubagotti, pároco do lugar, que é citado por Il Timone. (EPC)

Deixe seu comentário

Noticias Relacionadas