Gaudium news > Na abertura da CF-2020, Papa pede aos Bispos do Brasil que se fortaleça o valor da vida

Na abertura da CF-2020, Papa pede aos Bispos do Brasil que se fortaleça o valor da vida

Cidade do Vaticano (Quarta-feira, 26-02-2020, Gaudium Press) Na tradicional Mensagem que os Papas costumam enviar nas Quartas-feiras de Cinzas a propósito da Campanha da Fraternidade promovida pela CNBB e que se desenvolve durante a Quaresma, o Papa Francisco lembra aos Bispos do Brasil que “Somos chamados a ser uma Igreja samaritana”.

Na abertura da CF-2020, Papa pede aos Bispos do Brasil que se fortaleça o valor da vida-Foto CF2020.jpg

Que a Quaresma seja um tempo em que se fortaleça
o valor da vida, como dom e compromisso. 
Foto: CNBB

O Papa desejou na abertura da Campanha da Fraternidade 2020:
“Que a Quaresma e a Campanha da Fraternidade, inseparavelmente vividas, sejam para todo o Brasil um tempo em que se fortaleça o valor da vida, como dom e compromisso”.

A CF-2020 e a Quaresma

A CF-2020 deve desenvolver-se em torno do tema “Fraternidade e vida, dom e compromisso” e terá como lema “Viu e sentiu compaixão e cuidou dele”.

O Pontífice afirmou em sua mensagem:
“Alegro-me que, há mais de cinco décadas, a Igreja do Brasil realize, no período quaresmal, a Campanha da Fraternidade, anunciando a importância de não separar a conversão do serviço aos irmãos e irmãs, sobretudo os mais necessitados”.

Citando trechos dos Evangelhos de Mateus e Lucas e documentos pontifícios, Francisco recorda que a superação da indiferença só será possível se nos dispusermos a imitar o Bom Samaritano.

Para Francisco, a Parábola do Bom Samaritano “nos inspira a viver melhor o tempo quaresmal, nos indica três atitudes fundamentais: ver, sentir compaixão e cuidar.

À semelhança de Deus, que ouve o pedido de socorro dos que sofrem (cf. Sl 34,7), devemos abrir nossos corações e nossas mentes para deixar ressoar em nós o clamor dos irmãos e irmãs necessitados de serem nutridos, vestidos, alojados, visitados (cf. Mt 25, 34-40).

A Quaresma, continua o Pontífice, “é um tempo propício para que, atentos à Palavra de Deus que nos chama à conversão, fortaleçamos em nós a compaixão, nos deixemos interpelar pela dor de quem sofre e não encontra quem o ajude. “

A Quaresma “É um tempo em que a compaixão se concretiza na solidariedade, no cuidado: “Bem-aventurados os misericordiosos, porque alcançarão misericórdia” (Mt 5,7)! ” escreve o Papa.

Valor da vida

Para encerrar sua mensagem o Papa pede a intercessão da brasileira Santa Dulce dos Pobres, que foi apresentada pelos Bispos do Brasil como modelo para todos os que veem a dor do próximo, sentem compaixão e cuidam.

O pedido final do Papa é “uma súplica ao Deus de Misericórdia para que a Quaresma e a Campanha da Fraternidade, inseparavelmente vividas, sejam para todo o Brasil um tempo em que se fortaleça o valor da vida, como dom e compromisso”.

(JSG)

 

 

Deixe seu comentário

Noticias Relacionadas