Gaudium news > Franciscanos da Terra Santa se preparam para o Natal

Franciscanos da Terra Santa se preparam para o Natal

Israel – Belém (Segunda-feira, 23-12-2019, Gaudium Press) Diante da proximidade da celebração do Natal, os Franciscanos da Terra Santa estão preparando uma programação especial para acolher os fiéis que anualmente chegam à Basílica da Natividade.

“Em Belém o ano inteiro é Natal (…), mas neste período ainda mais: como franciscanos devemos estar preparados para receber espiritualmente aos peregrinos”, afirmou o Padre Enrique Segovia, franciscano guardião da comunidade de Belén, em entrevista dada para a Associação Pro Terra Sancta – instituição sem fins lucrativos responsável pelos Santo Lugares.

Franciscanos da Terra Santa se preparam para o Natal.png

Na Basílica da Natividade, junto com os católicos, convivem outras duas confissões cristãs: os greco-ortodoxos e os armênios ortodoxos; e as celebrações do Nascimento de Jesus tem lugar para cada uma em dias diferentes: a noite do dia 24 de dezembro para os católicos; depois a celebram os gregos ortodoxos no dia 06 de janeiro, e posteriormente os armênios ortodoxos.

O Padre Segovia também comentou sobre o aumento no número de peregrinos em Belém, que não tinha tão abundante fluxo de fiéis, mas hoje chegam pessoas de todas as partes do mundo.

“As pessoas tinham medo devido a situação política, mas agora os números aumentaram consideravelmente”, comentou para acrescentar que agora, sobretudo pelo tempo do Natal, “a cidade se converte em uma janela a partir da qual podemos olhar aos muitos peregrinos de diferentes países e nacionalidades para compreender que todos somos uma família”.

Segundo o guardião franciscano da comunidade de Belém o Natal no lugar onde nasceu o Filho de Deus, é também espaço para “encontrar-se com Jesus no outro”, por isso convida os cristãos da cidade, e igualmente aos peregrinos, a aproximarem-se das realidade de muitos que passam dificuldade, seja com os deficientes do Lar Menino Deus, que é uma das obras sociais apoiadas pela Associação Pro Terra Sancta; ou aproximando-se aos órfãos da Casa do Fanciullo, ou as crianças que ingressaram no Hospital de bebês de Cáritas, entre outras; que são hoje imagem do Menino Jesus deitado no presépio.

“Sem o apoio e a generosidade das pessoas não poderíamos ajudar as crianças, os anciãos e os necessitados”, concluiu o Padre Segovia. (EPC)

Deixe seu comentário

Noticias Relacionadas