Loading
 
 
 
Loading
 
Aborto: “Igreja defende o valor Sagrado da Vida Humana”, diz Arcebispo mexicano
Loading
 
12 de Novembro de 2019 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Cidade do México (Terça-feira, 12-1-2019, Gaudium Press) A propósito das tentativas de despenalizar o aborto no estado mexicano de Michoacán, Dom Carlos Garfias Merlos, Arcebispo de Morelia, capital do estado, declarou que "a Igreja Católica continuará protegendo a vida humana desde o início até o fim natural".

Aborto- Igreja defende o valor Sagrado da Vida Humana, diz Arcebispo mexicano-Foto Arquivo Gaudium Press.jpg

O óvulo e a Nova Vida

Em uma entrevista coletiva de imprensa concedida pelo Arcebispo de Morelia, que também é vice-presidente da Conferência do Episcopado Mexicano (CEM), ele enfatizou que "a partir do momento em que o óvulo é fecundado, inaugura-se uma nova vida que não é a do pai nem a da mãe, mas a de um novo ser humano que se desenvolve por si mesmo".

Dom Carlos Garfias Merlos, destacou que "A genética moderna mostra que, desde o primeiro instante, encontra-se fixado o programa do que será esse vivente: uma pessoa".

O Arcebispo exigiu diante da imprensa que "seja garantido o respeito incondicional, desde o primeiro momento de sua existência, que moralmente se deve ao ser humano em sua totalidade e unidade corporal e espiritual".

"O ser humano -continuou- é pessoa desde o instante de sua concepção e, portanto, a partir desse momento, tem os direitos da pessoa, principalmente o direito inviolável à vida, que é o primeiro direito".

Valor Sagrado da Vida Humana

O vice-presidente Conferência do Episcopado Mexicano (CEM) reiterou que "a Igreja Católica continuará proclamando a sacralidade da vida humana.

O Evangelho da vida está no centro da mensagem de Jesus.

Acolhido com amor todos os dias pela Igreja, é anunciado com fidelidade como Boa Nova aos homens de todas as épicas e culturas".

Respeitar a Lei Natural

Para concluir, o arcebispo sublinhou:

"Todo homem sinceramente aberto à verdade e ao bem, mesmo entre dificuldades e incertezas, com a luz da razão e não sem a influência da graça, pode descobrir na Lei Natural escrita em seu coração o valor sagrado da vida humana, do início ao fim, e afirmar o direito de cada ser humano de respeitar plenamente esse direito que lhe corresponde desde o início". (JSG)

 

Loading
Aborto: “Igreja defende o valor Sagrado da Vida Humana”, diz Arcebispo mexicano

Cidade do México (Terça-feira, 12-1-2019, Gaudium Press) A propósito das tentativas de despenalizar o aborto no estado mexicano de Michoacán, Dom Carlos Garfias Merlos, Arcebispo de Morelia, capital do estado, declarou que "a Igreja Católica continuará protegendo a vida humana desde o início até o fim natural".

Aborto- Igreja defende o valor Sagrado da Vida Humana, diz Arcebispo mexicano-Foto Arquivo Gaudium Press.jpg

O óvulo e a Nova Vida

Em uma entrevista coletiva de imprensa concedida pelo Arcebispo de Morelia, que também é vice-presidente da Conferência do Episcopado Mexicano (CEM), ele enfatizou que "a partir do momento em que o óvulo é fecundado, inaugura-se uma nova vida que não é a do pai nem a da mãe, mas a de um novo ser humano que se desenvolve por si mesmo".

Dom Carlos Garfias Merlos, destacou que "A genética moderna mostra que, desde o primeiro instante, encontra-se fixado o programa do que será esse vivente: uma pessoa".

O Arcebispo exigiu diante da imprensa que "seja garantido o respeito incondicional, desde o primeiro momento de sua existência, que moralmente se deve ao ser humano em sua totalidade e unidade corporal e espiritual".

"O ser humano -continuou- é pessoa desde o instante de sua concepção e, portanto, a partir desse momento, tem os direitos da pessoa, principalmente o direito inviolável à vida, que é o primeiro direito".

Valor Sagrado da Vida Humana

O vice-presidente Conferência do Episcopado Mexicano (CEM) reiterou que "a Igreja Católica continuará proclamando a sacralidade da vida humana.

O Evangelho da vida está no centro da mensagem de Jesus.

Acolhido com amor todos os dias pela Igreja, é anunciado com fidelidade como Boa Nova aos homens de todas as épicas e culturas".

Respeitar a Lei Natural

Para concluir, o arcebispo sublinhou:

"Todo homem sinceramente aberto à verdade e ao bem, mesmo entre dificuldades e incertezas, com a luz da razão e não sem a influência da graça, pode descobrir na Lei Natural escrita em seu coração o valor sagrado da vida humana, do início ao fim, e afirmar o direito de cada ser humano de respeitar plenamente esse direito que lhe corresponde desde o início". (JSG)

 


 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

A visita dos símbolos da JMJ ocorrerá entre finais de abril e novembro de 2020, sendo uma forma de ...
 
“Estudar a história da Igreja me fez repensar as crenças que tinha.” ...
 
A celebração eucarística foi presidida pelo reitor do Santuário Arquidiocesano Nossa Senhora da ...
 
Ide e anunciai o Evangelho a toda criatura! Quem crer e for batizado será salvo. Quem não crer ser ...
 
“Planned Parenthood”, organização promotora de abortos, terá entre seus financiadores o “Gr ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading