Loading
 
 
 
Loading
 
Falta de alimento se combate com compaixão, diz Papa
Loading
 
27 de Junho de 2019 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Cidade do Vaticano (Quinta-feira, 27-06-2019, Gaudium PressNo final da manhã desta quinta-feira, 27/06, o Papa Francisco recebeu cerca de 500 participantes da 41ª Sessão da Conferência da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO).

Falta de alimento se combate com compaixão, diz Papa-Foto Vatican News.jpeg

Nas palavras que dirigiu na ocasião, Francisco recordou que para combater a falta de alimento e acesso à agua potável, é preciso trabalhar sobre as causas que as provocam.

E ele afirmou que, na origem deste drama, existe falta de compaixão e desinteresse de muitos e pouca vontade social e política no momento de responder às obrigações internacionais:

"A falta de alimento e de água não é um assunto interno e exclusivo dos países mais pobres e frágeis, mas diz respeito a cada um de nós. Todos estamos chamados a escutar o grito desesperado de nossos irmãos. "
Nessa intervenção do Papa ele indicou soluções e apontou como um dos meios a nosso alcance a redução do desperdício de alimentos e de água.

Ao concluir suas palavras, Francisco disse que as questões ali tratadas são problemas para todos e reafirmou a disponibilidade da Santa Sé em cooperar com o esforço internacional de lutar contra a fome no mundo, o que garantirá um futuro melhor para o nosso planeta e para a humanidade inteira. (JSG)

 

 

Loading
Falta de alimento se combate com compaixão, diz Papa

Cidade do Vaticano (Quinta-feira, 27-06-2019, Gaudium PressNo final da manhã desta quinta-feira, 27/06, o Papa Francisco recebeu cerca de 500 participantes da 41ª Sessão da Conferência da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO).

Falta de alimento se combate com compaixão, diz Papa-Foto Vatican News.jpeg

Nas palavras que dirigiu na ocasião, Francisco recordou que para combater a falta de alimento e acesso à agua potável, é preciso trabalhar sobre as causas que as provocam.

E ele afirmou que, na origem deste drama, existe falta de compaixão e desinteresse de muitos e pouca vontade social e política no momento de responder às obrigações internacionais:

"A falta de alimento e de água não é um assunto interno e exclusivo dos países mais pobres e frágeis, mas diz respeito a cada um de nós. Todos estamos chamados a escutar o grito desesperado de nossos irmãos. "
Nessa intervenção do Papa ele indicou soluções e apontou como um dos meios a nosso alcance a redução do desperdício de alimentos e de água.

Ao concluir suas palavras, Francisco disse que as questões ali tratadas são problemas para todos e reafirmou a disponibilidade da Santa Sé em cooperar com o esforço internacional de lutar contra a fome no mundo, o que garantirá um futuro melhor para o nosso planeta e para a humanidade inteira. (JSG)

 

 

Conteúdo publicado em gaudiumpress.org, no link http://gaudiumpress.org/content/103793-Falta-de-alimento-se-combate-com-compaixao--diz-Papa-. Autoriza-se a sua publicação desde que se cite a fonte.



 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

A alegria verdadeira brota de um coração puro que ama a Deus e ao próximo, tem a consciência tra ...
 
A iniciativa, que é aberta a toda comunidade, não apenas aos jovens, já reuniu mais de 700 pessoa ...
 
O Bispo de Braga, Dom Jorge Ortiga expressou em seu perfil no Twitter sentir uma "tristeza de morte" ...
 
Todos batizados “somos convidados a defender de maneira especial a vida por nascer”. ...
 
O decreto de concessão do título foi assinado pela Sagrada Congregação do Culto Divino e Discipl ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading