Loading
 
 
 
Loading
 
Falta de alimento se combate com compaixão, diz Papa
Loading
 
27 de Junho de 2019 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Cidade do Vaticano (Quinta-feira, 27-06-2019, Gaudium PressNo final da manhã desta quinta-feira, 27/06, o Papa Francisco recebeu cerca de 500 participantes da 41ª Sessão da Conferência da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO).

Falta de alimento se combate com compaixão, diz Papa-Foto Vatican News.jpeg

Nas palavras que dirigiu na ocasião, Francisco recordou que para combater a falta de alimento e acesso à agua potável, é preciso trabalhar sobre as causas que as provocam.

E ele afirmou que, na origem deste drama, existe falta de compaixão e desinteresse de muitos e pouca vontade social e política no momento de responder às obrigações internacionais:

"A falta de alimento e de água não é um assunto interno e exclusivo dos países mais pobres e frágeis, mas diz respeito a cada um de nós. Todos estamos chamados a escutar o grito desesperado de nossos irmãos. "
Nessa intervenção do Papa ele indicou soluções e apontou como um dos meios a nosso alcance a redução do desperdício de alimentos e de água.

Ao concluir suas palavras, Francisco disse que as questões ali tratadas são problemas para todos e reafirmou a disponibilidade da Santa Sé em cooperar com o esforço internacional de lutar contra a fome no mundo, o que garantirá um futuro melhor para o nosso planeta e para a humanidade inteira. (JSG)

 

 

Loading
Falta de alimento se combate com compaixão, diz Papa

Cidade do Vaticano (Quinta-feira, 27-06-2019, Gaudium PressNo final da manhã desta quinta-feira, 27/06, o Papa Francisco recebeu cerca de 500 participantes da 41ª Sessão da Conferência da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO).

Falta de alimento se combate com compaixão, diz Papa-Foto Vatican News.jpeg

Nas palavras que dirigiu na ocasião, Francisco recordou que para combater a falta de alimento e acesso à agua potável, é preciso trabalhar sobre as causas que as provocam.

E ele afirmou que, na origem deste drama, existe falta de compaixão e desinteresse de muitos e pouca vontade social e política no momento de responder às obrigações internacionais:

"A falta de alimento e de água não é um assunto interno e exclusivo dos países mais pobres e frágeis, mas diz respeito a cada um de nós. Todos estamos chamados a escutar o grito desesperado de nossos irmãos. "
Nessa intervenção do Papa ele indicou soluções e apontou como um dos meios a nosso alcance a redução do desperdício de alimentos e de água.

Ao concluir suas palavras, Francisco disse que as questões ali tratadas são problemas para todos e reafirmou a disponibilidade da Santa Sé em cooperar com o esforço internacional de lutar contra a fome no mundo, o que garantirá um futuro melhor para o nosso planeta e para a humanidade inteira. (JSG)

 

 

Conteúdo publicado em gaudiumpress.org, no link http://gaudiumpress.org/content/103793-Falta-de-alimento-se-combate-com-compaixao--diz-Papa-. Autoriza-se a sua publicação desde que se cite a fonte.



 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

No último sábado, 14, a Catedral Basílica da Imaculada Conceição, ficou repleta de fiéis que a ...
 
A imagem ficou exposta durante toda a tarde à veneração dos fiéis, antes de ser levada à popula ...
 
Ele era carente de capacidade intelectual a ponto de chamar-se a si mesmo de "Frei Burro". Mas, chei ...
 
Mais de 60 mil pessoas se reuniram nos terrenos de um aeroporto em Wloclawek, Polônia, para celebra ...
 
Construído no Brasil em pleno século XX, o mosteiro de Claraval participa da mesma essência arqui ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading