Loading
 
 
 
Loading
 
Entra em vigor Novo Ordenamento Jurídico do Vaticano
Loading
 
7 de Junho de 2019 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Cidade do Vaticano (Sexta-feira, 07-06-2019, Gaudium Press) A partir de hoje entra em vigor o novo Ordenamento Jurídico que deverá conduzir o Governo do Estado da Cidade do Vaticano.

Novo Ordenamento Jurídico do Vaticano entra em vigor. Foto Arquivo Gaudium Press.jpg

Este novo Ordenamento Jurídico foi aprovado pelo Papa Francisco em dezembro de 2018. Com ele, segundo as autoridades vaticanas, está sendo visada mais transparência e simplicidade na instituição.

A nova legislação substitui o ordenamento jurídico que havia sido aprovado por João Paulo II no ano 2000.

A comissão estabelecida para executar a redação da nova lei do Estado do Vaticano iniciou seus trabalhos em março de 2017, sob orientação do cardeal Giuseppe Bertello, presidente da Comissão Pontifícia para o Estado do Vaticano e também presidente do Governatorado do Estado.

Reorganização Geral

Francisco explica que, desde o início do seu pontificado (março de 2013) sentiu a necessidade de uma "reorganização geral" do Governo do Estado da Cidade do Vaticano para melhor responder "às exigências atuais" e continuar a garantir "independência absoluta e visível" da atividade da Santa Sé e do Papa, no plano internacional.

Racionalizar, economizar, simplificar

De acordo com o Motu Proprio que estabeleceu o novo Ordenamento Jurídico, a reforma legislativa procura racionalizar, economizar e simplificar as estruturas existentes, seguindo para isso critérios de "funcionalidade, transparência, coerência normativa e flexibilidade organizativa".

"Unidade de Controle e Inspeção"

Para assegurar uma maior transparência, Francisco determinou a instituição de uma "Unidade de Controle e Inspeção" no âmbito do Governatorado.

Na nova legislação que regerá o Vaticano, o Papa determina a redução dos organismos atualmente em funcionamento, passando de nove para sete direções e de cinco para dois organismos centrais (Departamento de Pessoal e Departamento Jurídico).

A nova lei responsabiliza os titulares das Direções e dos Departamentos pelos resultados alcançados face aos objetivos atribuídos, pela segurança dos locais de trabalho e pela proteção dos dados. (JSG)

 

Loading
Entra em vigor Novo Ordenamento Jurídico do Vaticano

Cidade do Vaticano (Sexta-feira, 07-06-2019, Gaudium Press) A partir de hoje entra em vigor o novo Ordenamento Jurídico que deverá conduzir o Governo do Estado da Cidade do Vaticano.

Novo Ordenamento Jurídico do Vaticano entra em vigor. Foto Arquivo Gaudium Press.jpg

Este novo Ordenamento Jurídico foi aprovado pelo Papa Francisco em dezembro de 2018. Com ele, segundo as autoridades vaticanas, está sendo visada mais transparência e simplicidade na instituição.

A nova legislação substitui o ordenamento jurídico que havia sido aprovado por João Paulo II no ano 2000.

A comissão estabelecida para executar a redação da nova lei do Estado do Vaticano iniciou seus trabalhos em março de 2017, sob orientação do cardeal Giuseppe Bertello, presidente da Comissão Pontifícia para o Estado do Vaticano e também presidente do Governatorado do Estado.

Reorganização Geral

Francisco explica que, desde o início do seu pontificado (março de 2013) sentiu a necessidade de uma "reorganização geral" do Governo do Estado da Cidade do Vaticano para melhor responder "às exigências atuais" e continuar a garantir "independência absoluta e visível" da atividade da Santa Sé e do Papa, no plano internacional.

Racionalizar, economizar, simplificar

De acordo com o Motu Proprio que estabeleceu o novo Ordenamento Jurídico, a reforma legislativa procura racionalizar, economizar e simplificar as estruturas existentes, seguindo para isso critérios de "funcionalidade, transparência, coerência normativa e flexibilidade organizativa".

"Unidade de Controle e Inspeção"

Para assegurar uma maior transparência, Francisco determinou a instituição de uma "Unidade de Controle e Inspeção" no âmbito do Governatorado.

Na nova legislação que regerá o Vaticano, o Papa determina a redução dos organismos atualmente em funcionamento, passando de nove para sete direções e de cinco para dois organismos centrais (Departamento de Pessoal e Departamento Jurídico).

A nova lei responsabiliza os titulares das Direções e dos Departamentos pelos resultados alcançados face aos objetivos atribuídos, pela segurança dos locais de trabalho e pela proteção dos dados. (JSG)

 

Conteúdo publicado em gaudiumpress.org, no link http://gaudiumpress.org/content/103434-Entra-em-vigor-Novo-Ordenamento-Juridico-do-Vaticano-. Autoriza-se a sua publicação desde que se cite a fonte.



 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

A 25ª edição da Romaria, além de ressaltar as alegrias e complexidades da vida de quem mora no c ...
 
O objetivo da iniciativa é o de sensibilizar a opinião pública, e corrigir um pensamento equivoca ...
 
Com 46 anos de sacerdócio, o presbítero teve os pés e as mãos amarrados antes de ser morto. ...
 
A maior parte de sua vida passou no confessionário, escutando as misérias e as dores de uns e de o ...
 
A celebração dos fiéis católicos provenientes da Itália cresceu com os anos e chegou a converte ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading