Gaudium news > Este é o verdadeiro retrato de São Francisco de Assis

Este é o verdadeiro retrato de São Francisco de Assis

Redação (Quinta-feira, 30-01-2020, Gaudium Press) São Francisco de Assis é um dos Santos mais recordados dentro da história da Igreja; e por isso mesmo um dos mais representados na arte sacra com inumeráveis retratos que falam do testemunho de santidade que deixou sobre a Terra.

Mas, qual de todas estas representações do padroeiro da Itália é a mais próxima da realidade?

Este é o verdadeiro retrato de São Francisco de Assis.jpg

O Padre Rafiq Khoury, do Patriarcado Latino de Jerusalém, apoia a hipótese que entre as diversas imagens que existem sobre o Santo, a que procede do Mosteiro de São Bento de Subiaco, Província de Roma, é a mais próxima da realidade, além de ser considerado o retrato mais antigo existente sobre o Santo que se tornou em vida o “pobre de Assis”: A pintura o representa de pé, com hábito e o cordão apertado na cintura, também aparece sem auréola e sem os estigmas que padeceu. A obra, realizada à óleo, se intitula “Irmão Francisco” e se encontra na Capela de São Gregório.

Assim expõem o sacerdote na introdução do livro “O Santo e o lobo”, publicado recentemente e que fala sobre a vida de São Francisco de Assis.

O Padre Rafiq, em entrevista ao ‘Christian Media Center’ -meio de comunicação da Custódia franciscana da Terra Santa-, comentou sobre esta hipótese da pintura do Santo:

“Esta foto provêm do mosteiro dos Padres beneditinos, de Subiaco, junto a Roma. São Francisco, que viajava muito, um dia visitou este mosteiro. Um artista desconhecido criou esta pintura, que ainda está presente na igreja no dia de hoje, e que pode ser considerado um dos melhores retratos da verdadeira imagem de São Francisco”.

Para o sacerdote, o retrato fala muito das feições de São Francisco de Assis, e o que elas refletiram:

“Os olhos abertos de São Francisco, são olhos claros, inocentes, transparentes, com uma serenidade incomparável, como se te olhasse diretamente. Está te olhando profundamente como se quisesse descobrir o melhor de ti”.

Toda a obra fala também da personalidade do Irmão Francisco, que já em vida manifestava santidade:

“Se consideramos o quadro geral, encontramos harmonia, transparência e luminosidade na personalidade de São Francisco. Vemos um retrato harmonioso (…) Há harmonia entre sua alma, a mente, o coração e o corpo, e isto converte esta imagem em uma maravilhosa ilustração da personalidade de São Francisco”. (EPC)

Deixe seu comentário

Notícias Relacionadas