Loading
 
 
 
Loading
 
Jornada Internacional de Editoras Católicas começa hoje em Roma
Loading
 
26 de Junho de 2019 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Jornada Internacional de Editoras Católicas começa hoje em Roma1.jpg

Roma (Quarta-feira, 26-06-2019, Gaudium Press) Desde hoje, 26 de junho, até o sábado dia 29, serão realizadas no Palácio de Congressos Auditorium Aurelia, de Roma, as Jornadas Internacionais de Editoras Católicas.

Essas Jornadas são organizadas pelo Dicastério para a Comunicação Social da Santa Sé, em colaboração com o Escritório Nacional de Comunicações Sociais da Conferência Episcopal Italiana.

Motivo do encontro

Segundo informam os organizadores do evento, o motivo do Encontro "é trabalhar juntos para abordar o tema digital".
Espera-se a presença de representantes de mais de 50 editoras católicas provenientes de 4 continentes.

Atos e Programação

O programa está dividido em conferencias, debates e grupos de trabalho centralizados para a oportunidade de repensar as estratégias editoriais à luz das mudanças nos hábitos de consumo da multimidia, assim como na complexidade do contexto econômico e a dinâmica do mercado digital.

O ato de abertura tem como responsável o Prefeito do Dicastério da Comunicação, Dom Paolo Ruffini, e do diretor editorial da Livraria Editora Vaticana (LEV), frei Giulio Cesareo. Logo após a abertura da Jornada o Padre Marko Ivan Rupnik, diretor do Centro Aletti, dissertará sobre "A publicação religiosa no contexto cultural atual".

Terá destaque no programa das Jornadas a mesa redonda dirigida por Jean-Marie Montel, presidente da Federação de Meios de Comunicação Católicos da Francia e vice diretor geral do Grupo Bayard, e por Ipeleng Thlankana, redator chefe da revista Reality Magazine, sobre o tema: "A missão pastoral e eclesial de um editor católico"

Dentro de sua missão, atualizar as editoras católicas ao tempo

"Se o Facebook fosse uma nação, ela seria uma nação muito mais populosa que a Índia", disse frei Julio Cesareo, em declarações ao VaticanNews.

Sobre os desafios que enfrentam as editoras católicas, disse o diretor da LEV:
"O setor tem que fazer frente à dinâmica contemporânea para adaptar sua missão de anúncio ao espírito dos tempos".

Ele acrescentou que "A ideia é reflexionar juntos sobre o fato de que o serviço evangélico que estamos chamados a realizar através de nossos livros não necessita correr atrás de emergências, modas e tendências culturais. Por outro lado, necessitamos entender melhor estes processos para converter nos de algum modo em protagonistas".

"Trata-se de estar a serviço da humanidade, que mudou muito com relação às décadas anteriores, mantendo intacta a necessidade da fé e do encontro com o Senhor", disse frei Cesáreo.

Em seguida ele disse que "A contínua expansão das redes sociais está debaixo dos olhos de todos, assim como a desintegração das fronteiras entre os diferentes meios de comunicação. Porém, apesar de que tudo isto ter colocado em crise os modelos tradicionais de produção e consumo, devemos viver sem medo com o digital contemporâneo em busca de uma relação com os demais".

Sobre como aproveitar as possibilidades de nosso tempo, o diretor da LEV informou que na quinta-feira, pela manhã, deverá estar falando desses temas um membro do Google, que "no imaginário coletivo representa a versatilidade por excelência no mundo digital. Contudo, a experiência do Google se comparará com a de Bayard, que é um grupo editorial católico ativo em todo o mundo".

(JSG)

 

Jornada Internacional de Editoras Católicas começa hoje em Roma.jpg

Loading
Jornada Internacional de Editoras Católicas começa hoje em Roma

Jornada Internacional de Editoras Católicas começa hoje em Roma1.jpg

Roma (Quarta-feira, 26-06-2019, Gaudium Press) Desde hoje, 26 de junho, até o sábado dia 29, serão realizadas no Palácio de Congressos Auditorium Aurelia, de Roma, as Jornadas Internacionais de Editoras Católicas.

Essas Jornadas são organizadas pelo Dicastério para a Comunicação Social da Santa Sé, em colaboração com o Escritório Nacional de Comunicações Sociais da Conferência Episcopal Italiana.

Motivo do encontro

Segundo informam os organizadores do evento, o motivo do Encontro "é trabalhar juntos para abordar o tema digital".
Espera-se a presença de representantes de mais de 50 editoras católicas provenientes de 4 continentes.

Atos e Programação

O programa está dividido em conferencias, debates e grupos de trabalho centralizados para a oportunidade de repensar as estratégias editoriais à luz das mudanças nos hábitos de consumo da multimidia, assim como na complexidade do contexto econômico e a dinâmica do mercado digital.

O ato de abertura tem como responsável o Prefeito do Dicastério da Comunicação, Dom Paolo Ruffini, e do diretor editorial da Livraria Editora Vaticana (LEV), frei Giulio Cesareo. Logo após a abertura da Jornada o Padre Marko Ivan Rupnik, diretor do Centro Aletti, dissertará sobre "A publicação religiosa no contexto cultural atual".

Terá destaque no programa das Jornadas a mesa redonda dirigida por Jean-Marie Montel, presidente da Federação de Meios de Comunicação Católicos da Francia e vice diretor geral do Grupo Bayard, e por Ipeleng Thlankana, redator chefe da revista Reality Magazine, sobre o tema: "A missão pastoral e eclesial de um editor católico"

Dentro de sua missão, atualizar as editoras católicas ao tempo

"Se o Facebook fosse uma nação, ela seria uma nação muito mais populosa que a Índia", disse frei Julio Cesareo, em declarações ao VaticanNews.

Sobre os desafios que enfrentam as editoras católicas, disse o diretor da LEV:
"O setor tem que fazer frente à dinâmica contemporânea para adaptar sua missão de anúncio ao espírito dos tempos".

Ele acrescentou que "A ideia é reflexionar juntos sobre o fato de que o serviço evangélico que estamos chamados a realizar através de nossos livros não necessita correr atrás de emergências, modas e tendências culturais. Por outro lado, necessitamos entender melhor estes processos para converter nos de algum modo em protagonistas".

"Trata-se de estar a serviço da humanidade, que mudou muito com relação às décadas anteriores, mantendo intacta a necessidade da fé e do encontro com o Senhor", disse frei Cesáreo.

Em seguida ele disse que "A contínua expansão das redes sociais está debaixo dos olhos de todos, assim como a desintegração das fronteiras entre os diferentes meios de comunicação. Porém, apesar de que tudo isto ter colocado em crise os modelos tradicionais de produção e consumo, devemos viver sem medo com o digital contemporâneo em busca de uma relação com os demais".

Sobre como aproveitar as possibilidades de nosso tempo, o diretor da LEV informou que na quinta-feira, pela manhã, deverá estar falando desses temas um membro do Google, que "no imaginário coletivo representa a versatilidade por excelência no mundo digital. Contudo, a experiência do Google se comparará com a de Bayard, que é um grupo editorial católico ativo em todo o mundo".

(JSG)

 

Jornada Internacional de Editoras Católicas começa hoje em Roma.jpg

Conteúdo publicado em gaudiumpress.org, no link http://gaudiumpress.org/content/103779-Jornada-Internacional-de-Editoras-Catolicas-comeca-hoje-em-Roma. Autoriza-se a sua publicação desde que se cite a fonte.



 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

No último sábado, 14, a Catedral Basílica da Imaculada Conceição, ficou repleta de fiéis que a ...
 
A imagem ficou exposta durante toda a tarde à veneração dos fiéis, antes de ser levada à popula ...
 
Ele era carente de capacidade intelectual a ponto de chamar-se a si mesmo de "Frei Burro". Mas, chei ...
 
Mais de 60 mil pessoas se reuniram nos terrenos de um aeroporto em Wloclawek, Polônia, para celebra ...
 
Construído no Brasil em pleno século XX, o mosteiro de Claraval participa da mesma essência arqui ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading